Crise na Inglaterra: falta combustível, comida e trabalhadores

0
500

Entenda as causas da crise na Inglaterra (atualizado 04/10). A escassez de trabalhadores está gerando uma crise na Inglaterra. O Reino Unido está encontrando dificuldades para contratar pessoas para trabalhar como motoristas de caminhão, atendentes em fast food e trabalhadores para armazéns de mercados e lojas. Isso já está causando problemas no abastecimento de mercados que estão com as várias prateleiras vazias.

Há um atraso no recolhimento do lixo na rua, restaurantes como McDonalds e Nandos fechando por falta de funcionários e falta de ingredientes como frango, a Coca Cola ficando sem latinhas de alumínio. Bares ficando sem cerveja (um negócio que é indispensável para aos britânicos gente!) e nem aquele churrasquinho pode ser feito no final de semana porque não tem gás para a churrasqueira (o churrasco inglês é diferente do nosso).

Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

A previsão é que falte até peru na ceia de Natal. Tudo isso foi uma combinação do Brexit, Covid entre outros fatores. Neste artigo eu abordo a crise do abastecimento no Reino Unido: alimentos, combustível e gás. Assista ao vídeo sobre a crise na Inglaterra e seus motivos!

Crise na Inglaterra: Por que as prateleiras estão vazias no Reino Unido?

Como a pandemia e a quarentena, muitas empresas fecharam ou pararam, e muitos trabalhadores europeus (no caso não britânicos) voltaram para seus países. É importante ressaltar que vários trabalhadores receberam Furlough, a ajuda do governo desde março de 2020 até setembro de 2021 que pagava 80% do salário até 2500 libras. As empresas também foram beneficiadas.

Dependendo do país de residência, é necessário um período de isolamento do Covid para poder voltar o Reino Unido. Para países que pertencem a lista vermelha é obrigatório realizar quarentena nos hotéis designados do governo que custam 2300 libras para 14 dias. Saiba mais sobre o Coronavírus na Inglaterra

Para complicar ainda mais, há as regras de imigração pós Brexit. Para quem já morava aqui até dezembro de 2020, poderia aplicar para o Pre Settled Status, uma permissão de residência para cidadãos da União Europeia e familiares. Muitos europeus não aplicaram para isso e agora não podem mais. A partir de então, todos que desejam imigrar para o Reino Unido devem se submeter ao esquemas de pontos que é baseado em contrato de trabalho, habilidades, nível de inglês entre outros fatores.

Veja O que muda para brasileiros com o Brexit


crise na inglaterra escassez de comida trabalhadores
Muita gente foi embora de Londres

Trabalhadores europeus foram embora

Segundo um relatório do Escritório Nacional de Estatísticas (Office for National Statistics), o número de ofertas de trabalho publicadas entre abril e junho superou os níveis anteriores à pandemia: 862.000, quase 10% a mais do que o registrado entre janeiro e março de 2020.

Estima-se que só em Londres, mais de 700 mil imigrantes foram embora e menos imigrantes significa menos produção econômica e receita fiscal para pagar as dívidas acumuladas para ajudar as pessoas e empresas a lidar com o Covid. Estima-se que cada trabalhador europeu contribui 2300 libras por ano a mais do que um um britânico. E claro, imigrante aluga casa, compra carro, roupa comida, paga imposto…

Muitas empresas estão oferecendo bônus para funcionários que indicam candidatos que sejam aprovados para cobrir vagas. O normal é oferecerem 50 ou 100 libras e a rede de churrascarias Hawksmoor chegou a oferecer bônus de 2.000 libras.

No vídeo abaixo falo mais detalhes sobre o Brexit e por que as prateleiras estão vazias na Inglaterra, clique para assistir.

Falta motoristas de caminhão

Um dos maiores problemas é a falta de motoristas de caminhão. Para suprir a demanda, seria necessário 100 mil motoristas. Esse número reduziu muito por causa dos europeus que foram embora.

Muitas empresas de transporte fecharam durante a pandemia, os mostoristas voltaram para seus países e não retornaram para evitar perda de tempo. Como eles são pagos por quilometragem e não por hora, os motoristas preferem evitar a entrada no Reino Unido por causa da burocracia. Sem falar que houve uma reduzida da libra em relação ao valor do euro.

Além disso, vários motoristas se aposentaram e os novos ainda estão tentando tirar a carteira de motorista para dirigir caminhões. Ela é bem cara, custa mais de mil libras, é um empecilho para quem quer mudar de carreira. Por causa do COVID, muitos testes de motorista atrasaram. Veja Como fazer carteira de motorista na Inglaterra

Para tentar incentivar a contratação de motoristas, as empresas tão pagando muito melhor. O salário por hora passou de 14 libras para 24 por hora em algumas empresas e outras passaram a dar mil libras na contratação. Isso também aconteceu em algumas franquias de restaurantes que finalmente aumentaram o salário para conseguir contratar cozinheiros e garçons.

Alguns armazéns também seguiram o exemplo e pagam até 15 libras a hora extra. Ou seja, estão pagando mais, oferecendo um salário mais justo, para atrais funcionários. Lembrando que o salário mínimo do Reino Unido é £8.91. Veja Salário mínimo na Inglaterra: comparação poder aquisitivo UK BR

falta alimentos inglaterra abastecimento trabalhadores
Prateleiras vazias nos mercados, itens de lazar faltando e restaurantes fechando

Crise do Combustível na Inglaterra

Já não bastasse os problemas com falta de comida nos mercados, agora estamos com falta de combustível eminente e também o aumento do preço do gás usado para aquecer as casas. O Reino Unido está passando por dificuldades no seu primeiro ano após o Brexit e vou tentar explicar um pouco sobre essa crise do abastecimento que pode gerar até racionamento de luz elétrica em casa!

Muitos postos já fecharam porque não receberam a entrega de combustível e há filas de carros para abastecer. Isso está afetando diretamente as ambulâncias que perdem tempo nas filas e, às vezes, vão de posto em posto para poder abastecer. Em alguns postos existe o máximo de 30 libras de combustível por cliente.

Esse pânico para abastecer surgiu após o BP, uma companhia britânica de combustível e gás, anunciar que fechou 20 postos por falta de combustível, enquanto em outros há bombas vazias de pelo menos um tipo de combustível. A Esso e Shell também estão com dificuldades. No entanto, o governo afirmou que não há uma falta de combustível, apenas que as pessoas estão comprando ao verem outras comprando, como aconteceu com o papel higiênico ano passado. Segundo a Associação de revendedores de combustível, há 8380 postos no Reino Unido e apenas 1% estão fechados no momento.

crise combustivel reino unido fila post
Fila de carros para abastecer em posto de gasolina na Inglaterra

Atualização 04/10: A região mais afetada pela falta de combustível no momento é a South East Anglia, o sudeste da Inglaterra, onde fica Londres. Em torno de 200 militares foram convocados para ajudar na crise e 100 destes são motoristas de tanque. A maioria irá levar combustível, especialmente para cidades onde as pessoas estão ficando violentas e até indo para a briga por causa do combustível. O preço de gasolina na bomba irá aumentar 1,2,3 p devido aos custos causados por fatores globais.

Veja no vídeo abaixo:



Mudança na imigração em breve?

O Brexit contribuiu muito para essa crise na Inglaterra e é provável que no futuro, facilitem a entrada de trabalhadores para suprir a demanda deste trabalhos “mais simples”. O sistema de visto atual para trabalhar no Reino Unido é muito específico e, basicamente, favorece pessoas qualificadas com vários diplomas.

Precisa de gente para a base do sistema, para esses trabalhos mais simples. Não tem britânicos suficientes para cubrir esses trabalhos, é um país que está envelhecendo rapidamente, muitos locais não querem trabalhar nesses serviços. Recolhimento de lixo, fazendas de animais, abate, trabalhos em armazéns, cozinheiros, garçons… esses empregos estão sobrando aqui. Muitos lugares já contrataram presidiários para suprir a demanda, nada mais que certo, porque ajuda a reintegrar essas pessoas na sociedade após cumprirem a pena.

Vistos para motoristas e trabalhadores avícolas

ATUALIZAÇÃO 29/09 Downing Street (sede do Governo Britânico) falou brevemente que já tem planos de um sistema de visto para 5 mil motoristas de caminhão e 5500 trabalhadores avícolas para trabalharem no UK até o Natal e ajudar na escassez de comida e combustível. No entanto isso é muito pouco, já que são necessários 100 mil motoristas.

No vídeo abaixo, comento mais sobre a crise de abastecimento na Inglaterra.

Atualização 04/10: Os Vistos para motoristas de caminhão foram estendidos, desta vez começam agora em outubro até fevereiro. Para motoristas de caminhão de combustível há uma necessidade maior e o visto irá até março.

O visto para trabalhadores temporários da área avícola também foram estendidos por apenas 1 semana, porque há receios que os perus não cheguem nas casas a tempo para o Natal. Vai até o ano novo. Ou seja, comemorou o ano novo aqui, já pode estar ilegal.

Motoristas não querem trabalhar no Reino Unido

O problema é que muitos motoristas que estão na União Europeia não querem vir ao Reino Unido por causa das incertezas do Brexit e a bucrocracia nas fronteiras, papelada para entrar e sair. Sem falar que não há tantas instalações especializadas para esses trabalhadores que incluem banheiros, chuveiros e cantinas. O Boris Johnson concorda com essa afirmação.

Esse problema não começou agora, é uma precarização do trabalho e condições trabalhistas de anos atrás, deste o período Thatcher. As pessoas não estão mais dispostas a ficar 4 a 5 noites longe de casa nessas condições, ou até mesmo meses se são motoristas estrangeiros, segundo o The Guardian.

Mais de 25 mil motoristas da União Europeia que trabalhavam aqui, voltaram para os seus países de origem. Muitas empresas já aumentaram os salários, mas talvez seja necessário até dar incentivos fiscais para atrair estas pessoas. Atualmente existe o contrári: o IR35, um imposto que faz com seja mais caro para transportadoras de outras partes da Europa atuarem e contratarem no Reino Unido.

Outras medidas do governo para combater a crise

O governo também mencionou que pretende treinar 4 mil motoristas de caminhão com a ajuda de militares para acelerar o processo e também convidar motoristas aposentados recentemente para persuadi-los a voltar ao trabalho.

O Departamento de Transporte disse reconhecer que a importação de mão de obra estrangeira “não será a solução de longo prazo” para o problema e que deseja que os empregadores invistam para construir uma “economia com altos salários e alta qualificação”. Também falam em cursos intensivos e grátis oferecidos pelo Departamento da Educação para treinar mais 3 mil motoristas, além de facilitar qualificações de segurança específicas para alguns tipos de produtos como combustível.

Em torno de 150 militares já foram realocados para fazer o transporte do combustível para várias cidades.

crise inglaterra alimentos reino unido
Prateleiras vazias em mercado na Inglaterra

Crise do gás no Reino Unido

O preço do gás natural no Reino Unido quadriplicou no último ano em comparação aos países vizinhos e a expectativa é que se mantenha alto durante o inverno. Muitas empresas que vendem o gás já estão falindo pois não conseguem passar os todos os custos aos clientes por causa do limite de preço de energia que provalmente irá subir em abril. É capaz que as contas domésticas subam em torno de 135 libras ao ano.

E também há falta do gás dióxido de carbono que está afetando vários setores pois é usado para fazer gelo seco para manter a comida fresca durante o transporte, para esfriar reatores nucleares e para atordoar o frango antes do abate. Além de ser usado na produção de bebidas gaseificadas.

Nesses gráficos da BBC podemos ver que o Reino Unido armazena menos gás do que outros países, pois opera no estilo just in time, ou seja, não tem estoque. O país importa mais do que produz e a maior quantia vem da Noruega.

crise abastecimento combustivel gas reino unido
Crise do gás na Inglaterra

Essa escassez de gás pode ser resultado de um inverno mais frio do que esperado no ano passado, condições meteorológicas amenas que reduziram a quantidade e energia produzida pela força do vento (tinha “menos vento” para produção de energia eólica) e o uso das reservas usadas pelos produtores para fazer manutenção. Ou seja, há preocupações de que a falta de gás afete o fornecimento de eletricidade do Reino Unido já que a maioria das usinas de energia são geradas a partir do gás.

Então pode ser possível que exista um racionamento de energia no futuro e limitações, paralisações para indústrias que utilizam muita energia…. sem falar nos altos custos durante o inverno para outros negócios e domicílios.

O que é o Brexit?

um dos motivos desta crise foi causada pelo Brexit que é a separação do Reino Unido da União Europeia, até o primeiro ministro, Boris Johnson, concordou com isso. Quem votou a favor disso foi a população, 52% da população que votou sim para sair da União Europeia. Lembrando que apenas uma parte da população foi votar, em torno de 46,501,241 dos 67 milhões atuais porque a maioria não acreditava nesse referendo. Não é obrigatório o voto.

A diferença é grande entre as cidades como City of London votou 75,3% para permanecer enquanto a cidade que eu moro atualmente, Stoke on Trent, votou a favor do brexit com 69,4%… e hoje estão desesperados procurando gente para trabalhar.

mapa brexit votos a favor contra permanecer uniao europeia por regiao
Votos para permanecer (amarelo) ou sair (azul) da União Europeia por região do Reino Unido

Quem efetivou essaa saída da União Europeia e fez alguns acordos foram os Tories, como é chamado os membros do partido conservador. O mesmo partido que está no poder atualmente, o mesmo que fez que lockdown, o mesmo que ajudou empresas e funcionários durante esse fechamento desde março do ano passado até setembro deste ano e também retirou a merenda escolar grátis das crianças durante o lockdown.

Este partido também aumentou os impostos para ajudar na conta do COVID e não garante que não irá aumentar mais. Funcionários, empregadores e autônomos pagarão, 1.25% a mais em para o Seguro Nacional (NI) a partir de abril de 2022. Quem ganha até £12,570 ao ano não paga impostos.

As empresas também pagarão mais impostos, já que a alíquota do imposto sobre seus lucros – imposto sobre as sociedades – aumentará de 19% para 25% em 2023.

Lembrando que o Boris Johnson, o primeiro ministro, achava que era uma gripinha e era contra a quarentena até ficar com covid, foi internado em abril do ano passado, ficou 3 noites na UTI, tava no bico do corvo e quase morreu. Aí ele percebeu a gravidade da doença.

Minha conclusão

É importante lembrar que muitas pessoas que votaram a favor do Brexit criticavam os imigrantes europeus por “pegarem o trabalho” deles. Só que agora que tem emprego sobrando, eles preferem não trabalhar e também não estudam para se qualificar. Ainda teve executivos que também eram a favor do Brexit que agora estão fechando suas empresas porque não tem gente pra trabalhar.

Eu acredito que o Reino Unido vai ter que mudar o esquema de imigração, vai ter que facilitar a entrada de pessoas para essas profissões. Não tem como uma sociedade funcionar apenas de executivos e desenvolvedores, todas as profissões são necessárias.

O governo já tá pensando em soluções para a crise dos motoristas com os vistos que desencadeia diversos outros problemas. Acredito que também seria interessante investir em energia renovável para que o país seja independente em energia e gás. Se não me engano já há muitos avanços na pesquisa sobre energia nuclear. Em Oxford estão com um projeto de fusão nuclear, não fissão, e esperam até 2040 ter gerão de energia nuclear a nível comercial.

Gostou deste artigo sobre crise na Inglaterra? Faça um comentário!

Salve no Pinterest

crise na inglaterra prateleiras vazias
Crise na Inglaterra: prateleiras vazias e falta trabalhadores
Viaje com a Angie Faça sua reserva através dos parceiros do blog! VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO, nos ajuda a criar conteúdo cada vez melhor pois ganhamos uma pequena comissão. Obrigada!
PRESETS APURE GURIA
Conheça minha coleção especial de filtros para celular e deixe suas fotos mais vibrantes com apenas um clique!

VOLUNTARIADO NA VIAGEM
Torne-se voluntário por alguns dias na sua próxima viagem, troque experiências, conheça pessoas novas e economize dinheiro! Conheça o Worldpackers! Leitores do Apure Guria ganham 10 USD de desconto!

SEGURO VIAGEM
O Seguro Viagem é obrigatório em muitos países, faça a cotação com a Real Seguros e garanta melhor custo benefício. Desconto de 10% exclusivo para leitores! Veja por que viajar com Seguro Viagem.

HOSPEDAGEM
Os melhores hotéis e hostels em um só lugar com cancelamento gratuito. Conheça o Booking.com!

INGRESSOS
Fuja das filas nas maiores atrações no mundo adquirindo com antecedência e pagando com cartão de crédito ou Paypal no Get Your Guide.

AULA DE IDIOMA COM PROFESSOR NATIVO
Aprenda qualquer idioma em casa com aulas virtuais e preços acessíveis. Ganhe 10 USD de desconto na sua primeira compra na plataforma do Italki!
CONHEÇA TODOS OS SERVIÇOS DO BLOG!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here