A tenebrosa imigração no aeroporto Madrid Barajas

22
4
Dicas na imigração no aeroporto Madrid Barajas
Passar pela imigração no aeroporto Madrid Barajas é uma experiência temida por várias pessoas. Uma porque brasileiro sempre é barrado nesse aeroporto, mandam de volta mesmo (claro que tem retaliação do Brasil depois mandando espanhóis de volta haeuahe). Dois porque os fiscais são lazarentos mesmo, perguntam até nome do papagaio da tua vó. Três vão te mandar sim pra salinha se desconfiar ou te mandar direto pra casa. Mas calma jovem gafanhoto, há esperança! Eu passei pela imigração em junho deste ano e *quase* não fui mandada pra salinha aheuahe Olha só a treta!

Passando na imigração no aeroporto Madrid Barajas

Dicas na imigração no aeroporto Madrid Barajas Madrid é um dos destinos mais baratos para entrar na Europa com voos da Latam, Iberia, Air Europe e Air China (fui com essa e relatei a experiência aqui: COMO É VOAR COM AIR CHINA PARA ESPANHA). Depois de ter aterrissado, andado muuuito (o aeroporto de Madrid é gigantesco e nada prático, se prepare), cheguei nos balcões da imigração no aeroporto Madrid Barajas. Eu tive a infeliz ideia de me juntar à uma colombiana e fui com ela ao balcão.  E vocês pensam MAS POR QUÊ MEODEOS. SIM. Que ideia de mocoronga. Aí, a guria explicou que ia visitar uma amiga, que veio do Brasil, iam pra Ibiza fazer festa o verão inteiro. Aí o cara já falou “você não tem dinheiro pra festas em Ibiza, são muito caras, quanto você tem?” Ela falou que não iria gastar tanto pois ia ficar na casa de uma amiga. Aí nisso ele olhou pra mim e perguntou com cara de desdém “você vai festiar também?” Nessa hora eu gelei e respondi rapidamente “Não, não vou viajar com meu marido pela Europa durante 70 dias”. Aí entreguei a minha passagem de volta para o Brasil, meu seguro viagem e a reserva do hostel. “70 dias, mas isso é muito. Seu marido é europeu?” Eu – “Não, é brasileiro. Ele já está em Milão, amanhã vou pra lá, olha a minha passagem aqui. Depois vamos para a Suíça.” Ele olhou, olhou e repetiu ” Seu marido é europeu?” Pensei ma que carai veio sarna “Não, é brasileiro” (até essa data era mesmo). Aí ele perguntou o quanto eu tinha em dinheiro. Falei que tinha dois cartões internacionais e ele tirou sarro de mim e enquanto ele ria, mostrei os comprovantes de compra de euro e francos suíços e também e falei que tinha mais ainda no VTM. Aí ele olhou de novo todos os documentos, sem falar nada. Olhou pra mim e “ok você vai passar, já você vai pra SALINHA ” e mandou a colombiana lá pro canto. imigraçao no aeroporto madrid barajas Não sei quanto tempo ela ficou lá e quanto demorou, sei que entrou na Europa. O cara carimbou meu passaporte e pronto. Passei por essa degraça da imigração no Aeroporto Madrid Barajas. Aí só peguei a mala da esteira e sai da área de desembarque. Nem tinha nada de raio X, muito bizarro. Já na ida para Milão, precisei retirar ipad e notebook da mala, tirar os sapatos…

Dicas na imigração no aeroporto Madrid Barajas

Eles provavelmente irão se comunicar com você em espanhol. Explique calmamente o que irá fazer, se não sabe espanhol, fale em português. Se o cara achar difícil de te entender, vai pro inglês. Falo neste vídeo aqui sobre as perguntas mais comuns. Não minta, eles conseguem descobrir se você tem outros planos. Vão repetir algumas perguntas pra ver se você responde diferente. Tenha todos os documentos em mãos. Passagem ida e volta, seguro viagem, reserva de hospedagem, comprovante de compra de euros. Falo mais sobre os documentos para viajar a Europa neste vídeo. Mantenha a calma, não se desespere! Aí sim que eles percebem que você pode estar fazendo algo errado, como querer permanecer ilegalmente na Europa. E era isso! Se tem alguma dúvida, comente! Foto do aeroporto por Diego Delso Boa sorte na imigração no aeroporto Madrid Barajas! Dicas para imigração no aeroporto Madrid Barajas na Espanha Leia também

MUSEU DO PRADO EM MADRID: COMO VISITAR DE GRAÇA!

28 DICAS PARA MOCHILAR NA EUROPA!

AIRBNB: COMO FUNCIONA, DESVANTAGENS E DESCONTO!

Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

Viaje com a Angie

Faça sua reserva através dos serviços parceiros do blog!Assim você nos ajuda a criar conteúdo cada vez melhor pois ganhamos uma pequena comissão, VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO e continua acessando o blog grátis! Obrigada!

Receba dicas exclusivas no seu email!Receba dicas exclusivas no seu email
Assine nossa newsletter e fique por dentro das nossas viagens, descontos incríveis e os melhores lugares para visitar e curtir a vida!

Travel blogger e designer aspirante à muitas coisas e com PhD em zuera, não dispensa uma aventura cheia de desafios e tragédias. Nas horas vagas joga games, canta e planeja as próximas viagens.

22 COMENTÁRIOS

  1. hahaha que perrengue!
    Obrigada por esses videos da imigração, vou precisar no ano que vem.

    Angie, tenho uma duvida: ano que vem vou fazer um mochilão pela Europa e vou para as cidades (Londres, Amsterdã, Bruxelas, Paris e Barcelona) que tipo de transporte vocês me indica? Estou achando os trens muito caros…
    Vou viajar leve seguindo suas dicas, nem despachar mala eu vou 😉

  2. Infelizmente, não faltam idiotas, verdadeiros imbecis na emigração de vários aeroportos e fronteiras. Entendo que façam perguntas – existem para alguma coisa – mas, acima de tudo, devem respeitar todo e qualquer ser humano que lhe surja pela frente. Quando agem dessa forma, não merecem qualquer respeito. Ainda bem que ambas entraram 🙂

  3. Eu detestei esse aeroporto! Primeiro uma volta para vc ir até o outro terminal. Depois a grosseria dos funcionàrios. Me lembro até hoje, estava gràvida, mas com uma barriga “tìmida”, mas que me cansava. Tinha muita gente, estava quase desmaiando e o cara estava mais preocupado com o conteùdo da minha garrafa de àgua do que com meu estado.
    Lembro de ter saìdo do raio X dizendo que era muito injusta a fama de mal-humorados dos franceses!

  4. No meio de tanto aeroportos espalhados pelo mundo, já sabemos que iremos panhar alguns cromos na imigração. Perguntas, perguntas e mais perguntas, bem é o trabalho deles, mas muitos exageram e roçam a estupidez. Deixa lá, sempre deu para contares esta história e publicares assim mais um artigo ahhaah

  5. É punk mesmo guria! Já ouvi dizer que eles fazem de propósito isso com os brasileiros, acredita? Eu passei por aí nessa imigração em 2014 mas como eu estava indo convidado por um grande evento não tive muitos problemas.

  6. Passei batido lá sem problemas, já a Paty teve que fazer uns testes lá com uns papeizinhos na mão, tipo pra achar vestígios de droga, no sangue ou na pele, sei lá. Acharam ela com cara de brasileira traficante acho, hehehe.

  7. oi Angie… ainda bem que deu tudo certo no final. Fica o alerta de não querer passar na imigração com quem você não conhece. Eu quase sempre entro na Europa pela Espanha pela facilidade dos voos que saem de Salvador. Eu gosto muito de Barajas. A imigração lá geralmente faz muitas perguntas, mas sempre nos trataram com respeito e gentileza.

    Acho que as dicas são as que você deu: falar a verdade, ficar calmo e ter todos os papeis que comprovam sua boa fé em mãos. bjs

  8. Quando vim pra espanha. Fiz a imigração em Lisboa. E meu destino final foi Málaga. Foram exatos 1 Minuto de imigração. Passei com tanta tranquilidade, que nem precisei ir passar na alfandega.

    Simplesmente foram perguntas obetivas e respostas claras. Não pediram documento nenhum. somente o Passaporte. Foi a viagem mais tranquila que ja fiz. Mais tranquila que qualquer viagem que eu ja tenha feito no Brasil. E olha que eu viajo pra caramba.

  9. Oi, belo blog, ótimas dicas. Quero deixar aqui meu comentário pois acabo de ir e voltar da Europa, entrando e saindo do continente justamente por Madrid, Bajaras. Eu e meu marido temos 50 e 54 anos, respectivamente. Foi nossa primeira viagem à Europa, comemoramos meus 50 anos lá e os 54 dele também. Nossa viagem começou por Madri (2 dias, depois voamos para Amsterdam, passamos 12 dias na Holanda com minha filha, fomos de trem para Basel na Suíça, de lá de trem para Milão, de onde visitamos várias cidades no norte da Itália. De Milão voamos para Madrid e de Madrid para São Paulo, chegando aqui em 11/10/2018. Foram 23 dias fora, no total. Pela importância que a viagem tinha em nossas vidas, e por tudo que lemos aqui e em outros blogs, levamos uma batelada de documentos, perfeitamente organizados numa pastinha. Carta convite da minha filha, seguro saúde, todas as reservas de hotel em cada país, passagens de trem, todos os ingressos de passeios comprados, documentos da minha pequena empresa, etc..etc… Pra nossa surpresa, nenhum agente pediu NADA. A passagem pela imigração foi tão rápida, mas tão rápida, que deu até um tiquinho de decepção, como quando você tira CNH, passa pelas blitz da polícia e ninguém te para…rsrsrs…claro que foi ótimo, não teve qualquer enrosco. Vimos um rapaz jovem cheio de malas e mochilas ser retirado da fila e levado para uma salinha…mas no geral nosso voo foi rapidamente atendido, quase todos passaram em segundos pelos oficiais. Na volta, o voo de Madrid pra São Paulo foi cancelado e só conseguimos as informações depois que já tinhamos passado pela imigração para sair. Ou seja, tivemos que entrar e sair de novo, no dia seguinte, quando o voo foi reagendado. Tudo em segundos também. Agora: vá preparado. O aeroporto Adolfo Suarez Bajaras é IMENSO, você anda, anda, anda e depois vê que tem que andar muito mais, pra tudo. No mais, acho que é aquilo mesmo: quando se tem meia idade como nós…srsrsrs….já se perde um pouco a cara de “perigo”…e quando se está com tudo e mais um pouco em perfeita ordem, aí é que não precisa mesmo. Levem tudo. A chance de não precisar é grande. Mas, se precisar… Boa viagem a todos.

Curtiu? Comentaí!