Terror em Edimburgo: roubo de corpos e serial killers

0
58

Terror em Edimburgo! A capital da Escócia durante a era vitoriana era um lugar perigoso para ser um cadáver. Além de você correr o risco de ser assassinado, poderia ter o corpo vendido para a escola de anatomia para ser estudado. Na época isso era um negócio beeem lucrativo. Hoje vou falar sobre esse fato histórico de Edimburgo, o nascimento de dois serial killers escoceses e a condenação mais tenebrosa e sombria que vocês vão ver na vida.

Saiba mais no vídeo sobre a era vitoriana em Edimburgo!

Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

Terror em Edimburgo: um lugar perigoso para um cadáver

A Escola de Anatomia da Universidade de Edimburgo era extremamente popular e a demanda era alta por cadáveres para dissecar.
Nessa época, o medo dos ladrões de corpos foi combinado com o medo dos próprios anatomistas, pois as crenças religiosas influenciaram a visão do público sobre a dissecação humana.

Para se qualificar como médico, um estudante de medicina tinha que dissecar um corpo para obter o diploma. Mas os únicos corpos legalmente disponíveis eram de assassinos enforcados, pessoas que morreram na prisão, vítimas de suicídio ou de órfãos.

Devido à escassez de cadáveres legalmente disponíveis, muitos recorreram ao roubo de corpos para compensar os números. Os primeiros ladrões de corpos foram os estudantes de medicina e seus professores, até que surgiram gangues que perceberam o quanto lucrativo era e deixaram tudo mais organizado.

Os membros dessas gangues eram chamados de “homens da ressurreição”. Eles desenterravam os corpos dos falecidos e os vendiam aos anatomistas por um bom lucro.

No vídeo abaixo eu mostro mais detalhes sobre a história de terror em Edimburgo e também o cemitério com soluções para proteger os corpos, clique para assistir:


Alguns ficavam de olho em pessoas que já estavam com um pé na cova, enquanto outros já ofereciam cadáveres mais frescos, digamos, porque eles matavam pessoas e entregavam os cadáveres ao professor de anatomia.

Veja mais fatos bizarros e curiosidades da Era Vitoriana na Inglaterra

Segurança para os mortos

Muita gente passou a desenvolver soluções para que os mortos ficassem enterrados e protegidos. Instalavam grades por fora do túmulo ou estruturas pesadas como grandes caixões de ferro com uma tampa pesada por cima de uma estrutura de madeira. Em ambos os casos, a tampa da sepultura impedia o acesso ao corpo e era removida após algumas semanas e reutilizada na próxima sepultura. Aí o corpo já não interessava mais aos anatomistas.

Também haviam pessoas que formavam “sociedades” e que faziam plantão noturno nos cemitérios da cidade. Faziam a ronda no cemitério durante a noite. Às vezes observavam o cemitério do alto da torre da igreja.

roubo de corpos edimburgo anatomia
Ladrões de corpos e soluções para proteger os corpos

Edimburgo é uma das cidades mais assombradas e com casos particularmente sombrios, como eu já havia falado no artigo Tours e Histórias de Terror da Inglaterra e Escócia. E bem, no meio disso tudo, surgiu uma dupla de assassinos que se destacaram na cidade.

Os serial killers de Edimburgo

William Burke e William Hare foram dois assassinos em série ativos em Edimburgo entre 1827 e 1828. Eles venderam os corpos de suas vítimas para o Dr. Robert Knox, um professor influente no departamento de anatomia da Universidade de Edimburgo. Knox e seus colegas dissecaram os corpos como parte de sua pesquisa anatômica.

Burke e Hare não queriam desenterrar as pessoas ou esperar que as pessoas morressem, eles preferiram matar.

retratos burke hare assassinos escocia
Retratos de Burke e Hare

Vítimas de Burke e Hare

Os assassinos tinham um modus operandi distinto: suas vítimas eram geralmente inquilinos que estavam hospedados em sua casa, ou pessoas que convidaram para uma noite de bebida. Eles então esperavam até que a vítima estivesse completamente intoxicada antes de assassiná-la e levar seu corpo para Knox e seus alunos.

Acreditam que a dupla matou 16 pessoas em um período de 10 meses até que os inquilinos da casa descobriram o corpo de uma das vítimas. A polícia já desconfiava deles, mas não tinham provas… e agora com esse corpo, tinha como pegar a dupla e fazer um julgamento. Hare fez um acordo com a polícia para ganhar imunidade, confessou todos os assassinatos e condenaram Burke por 3 mortes.

No julgamento, Burke foi provado culpadom condenado à morte e seria enforcado em praça pública. Mas não era apenas isso, já que a forma que conduziram esse evento foi tenebroso. Veja só!

Execução de William Burke e curiosidades bizarras

A notoriedade de Burke atraiu muitas pessoas na cidade que queriam vê-lo enforcado. Os historiadores estimam que uma multidão de cerca de 25.000 pessoas se reuniu para vê-lo na forca. Os moradores dos apartamentos nos prédios com vista para o cadafalso e para a praça conseguiram ganhar um pouco de dinheiro extra alugando seus quartos para que as pessoas tivessem uma visão melhor da execução. Os ingressos custavam entre 5 e 20 shillings para assistir Burke.

Em 1º de fevereiro de 1829, o corpo de Burke foi dissecado publicamente pelo Professor Monro no Anatomy Theatre em nosso próprio prédio do Old College.

esqueleto william burke serial killer escocia
Esqueleto de William Burke exposto no Museu Anatômico

O procedimento durou duas horas, e durante esse tempo o professor decidiu mergulhar uma pena no sangue de Burke e escrever a seguinte frase: “Isso está escrito com o sangue de Wm Burke, que foi enforcado em Edimburgo. Este sangue foi retirado de sua cabeça”.



Aí você pensa que isso já é tenso né. Pois não. Após a dissecação, o esqueleto de Burke foi usado em diversas aulas até ser exposto no Museu Anatômico, onde permanece até hoje.

Depois usaram a pele do Burke para fazer um livro. Sim, um livro no qual a capa é feita de pele humana e ainda fizeram uma máscara mortuária. Ambos estão expostos no Surgeons’ Hall Museum.

mascara mortuaria caderno burke
Máscara Mortuária e caderno feito com pele humana

A prática de roubo de corpos acabou em 1832, quando surgiu a Lei de Anatomia que tornava legal a aquisição de cadáveres para uso médico.

Se você gosta de fatos sombrios, vale a pena conferir durante a sua visita a Edimburgo: Excursão às Galerias Subterrâneas

Leia também: 15 Curiosidades de Edimburgo que poucos brasileiros sabem!

Gostou destas curiosiades sobre Terror em Edimburgo? Comente!

Terror em Edimburgo roubo de corpos serial killers
Terror em Edimburgo roubo de corpos serial killers
Viaje com a Angie Faça sua reserva através dos parceiros do blog! VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO, nos ajuda a criar conteúdo cada vez melhor pois ganhamos uma pequena comissão. Obrigada!
PRESETS APURE GURIA
Conheça minha coleção especial de filtros para celular e deixe suas fotos mais vibrantes com apenas um clique!

VOLUNTARIADO NA VIAGEM
Torne-se voluntário por alguns dias na sua próxima viagem, troque experiências, conheça pessoas novas e economize dinheiro! Conheça o Worldpackers! Leitores do Apure Guria ganham 10 USD de desconto!

SEGURO VIAGEM
O Seguro Viagem é obrigatório em muitos países, faça a cotação com a Real Seguros e garanta melhor custo benefício. Desconto de 10% exclusivo para leitores! Veja por que viajar com Seguro Viagem.

HOSPEDAGEM
Os melhores hotéis e hostels em um só lugar com cancelamento gratuito. Conheça o Booking.com!

INGRESSOS
Fuja das filas nas maiores atrações no mundo adquirindo com antecedência e pagando com cartão de crédito ou Paypal no Get Your Guide.

AULA DE IDIOMA COM PROFESSOR NATIVO
Aprenda qualquer idioma em casa com aulas virtuais e preços acessíveis. Ganhe 10 USD de desconto na sua primeira compra na plataforma do Italki!
CONHEÇA TODOS OS SERVIÇOS DO BLOG!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here