Roteiro na Chapada dos Veadeiros: guia completo!

5
190

A Chapada dos Veadeiros foi uma das viagens mais incríveis que já fiz. Caminhei muito, mergulhei em diversas cachoeiras e vivi a natureza. Valeu a pena cada segundo. Neste roteiro na Chapada dos Veadeiros em Goiás dou todas as dicas para sua viagem, falo um pouco das trilhas e um pouco sobre cada cachoeira. Se quiser me adiciona no insta @Sagitarianaviajando e confira as minhas dicas!

Roteiro na Chapada dos Veadeiros GO: cachoeiras e trilhas

Passei 8 dias completos explorando a Chapada dos Veadeiros e acredito que não visitei tudo, o lugar é muito grande e sempre tem algum cantinho especial. Estão catalogadas em torno de 2 mil cachoeiras na Chapada dos Veadeiros!

Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

Quando ir para a Chapada dos Veadeiros?

Fomos em maio quando começa a época da seca que vai até setembro. Essa é a melhor época para fazer seu roteiro na Chapada dos Veadeiros, pois não chove e as águas das cachoeiras ficam bem cristalinas.

Fora dessa época, precisa cuidar com tromba d’água! São muito perigosas, fecham várias cataratas e não permitem o acesso. Contrate guias para não cair numa enrascada.

cachoeira da capivara roteiro na chapada
Cachoeira da Capivara

Precisa carro 4×4 na Chapada dos Veadeiros?

Não precisamos alugar 4×4 neste roteiro na Chapada dos Veadeiros. Alugamos um Onix que era mais baixinho e fizemos quase todas as trilhas exceto Santa Bárbara no qual o acesso é restrito pois há uma comunidade quilombola. Somente guias oficiais podem levar turistas lá e você vai de jardineira ou pau de arara.

O que levar para a chapada dos Veadeiros?

Como é um destino pura natureza com muitas trilhas, recomendo levar bota para trilha para não virar o pé. Invista em uma bota confortável, pois em vários trajetos há pedras e areia. Também leve:

  1. Filtro solar
  2. Repelente
  3. Roupas leves (shorts, leggings, camisetas)
  4. Bikini ou bermuda
  5. Óculos de sol
  6. Boné ou chapéu
  7. Mochila confortável para levar tudo
  8. Canga
  9. Lanches como sanduíche, banana, maçã, barrinha de cereal, água e água de coco.

Também vá com seguro viagem ou carteirinha do seu plano de saúde. Sempre acontecem acidentes na Chapada, principalmente no Vale da Lua, tome muito cuidado. Recomendo a SegurosPromo, ela lista várias seguradoras por preço e ainda parcela. Usando o cupom APUREGURIA5 você ganha 5% de desconto!

roteiro na chapada dos veadeiros placa do parque


Onde se hospedar na Chapada dos Veadeiros?

Como as atrações ficam distantes uma das outras, a melhor forma para aproveitar ao máximo o seu roteiro na Chapada dos Veadeiros é agrupar por proximidade. Assim,divimos os dias e atrações em 3 cidades diferentes: Alto Paraíso, São Jorge e Cavalcante.

Em Alto Paraíso ficamos na Pousada temática chamada Espaçonaves Luna Zen e encontramos várias esculturas de et, os quartos são naves espaciais com teto redondo em forma de uma nave espacial. No meu quarto Júpiter havia um teto negro com detalhes das galáxias, vários pontinhos pintados e detalhes de ET.  Tinha café da manhã reforçado e muito bom atendimento.

espaçonaves em alto paraiso de goias

Também recomendo as pousadas em Alto Paraíso (valores diária para casal):

  1. Pousada Alto Paraíso R$160 ☆8,0
  2. Pousada Caminho De Santiago R$150 ☆8,0
  3. Pousada Aconchego da Chapada R$ 180 ☆8,9
  4. Chalés Recanto Paraíso R$ 198 ☆9,4
  5. Buddy’s Hostel & Pousada Alto Paraiso R$ 140 ou R$60 (1p) ☆9,7

Depois fomos para a Pousada Namastê em São Jorge com tema indiano, tem massagem, relaxamento e comida vegana muito gostosa. Outras pousadas em São Jorge (valores diária para casal):

  1. Pousada Coité R$160 ☆9,0
  2. Savana Hostel R$ 85 (1p) ☆9,5
  3. Pousada Luz do Sol R$200 ☆9,1
  4. Shanti Pousada e Terapias R$190 ☆8,3
  5. Ceu de Agartha R$190 ☆9,7
onde se hospedar na chapada dos veadeiros
Pousada Aruana

Em Cavalcante ficamos na Pousada Aruana gostamos muito, super aconchegante, staff atencioso e um café da manhã delicioso. Outras opções de hospedagem em Cavalcante:

  1. Pousada Vila dos Ipês R$260 ☆9,2
  2. Pousada Toca da Raposa R$196 ☆9,3
  3. Pousada Manacá R$250 ☆9,3
  4. Pousada Recanto da Mata R$180 ☆ 8,9

Também aproveitamos para pegar um mapinha no Centro de Atendimento ao Turista e alguns contatos de tours e guias.

Como chegar na Chapada dos Veadeiros

A melhor opção é chegar no aeroporto de Brasília e dirigir 260km até São Jorge ou Alto Paraíso.

Você pode ir de ônibus até Alto Paraíso com a Expresso Real e a passagem custa R$56 às 10h ou 21h ou R$122 às 19h com ônibus leito.

Horários de funcionamento do Parque da Chapada dos Veadeiros

O parque abre de terça a domingo e feriados das 8h até às 12h e fecha às 18h.
Durante os meses de janeiro e julho, o parque abre todos os dias.

Roteiro na Chapada dos Veadeiros

Vou explicar certinho o que fizermos dia a dia, mas vou deixar um resumão deste Roteiro na Chapada dos Veadeiros:

  • Dia 1 – Chegada em Brasília e Alto Paraíso de Goiás
  • Dia 2 – Cataratas dos Couros
  • Dia 3 – Loquinhas e Cristais
  • Dia 4 – Almécegas I, II e São Bento
  • Dia 5 – Mirante da Janela
  • Dia 6 – Trilha dos Canions I e II e Carioquinhas
  • Dia 7 – Vale da Lua e Morada do Sol
  • Dia 8 – Santa Bárbara e Capivara
  • Dia 9 – Poço encantado e Flor de ouro
  • Dia 10 –  Brasília

Salve no seu Pinterest este Roteiro na Chapada dos Veadeiros.

Dicas Chapada dos Veadeiros, como montar seu roteiro

Dia 1 – Chegada em Brasília

Antes de chegar em Brasília, reserve um carro para usar no seu roteiro na Chapada dos Veadeiros.  Assim você já aluga um carro e sai do aeroporto dirigindo. Recomendo dar uma olhada nos preços da Rentcars, um site que reúne diversas locadoras por preço e faz o pagamento em até 12x. Veja quanto custa custa alugar um carro aqui.



Programe para chegar em Brasília durante o dia e vá ao mercado! Compre comida para levar nas trilhas como pão, frutas, sementes, barrinha de cereal, macarrão, água… Nós não acampamos nas trilhas, fazíamos as trilhas durante o dia e retornávamos para a pousada para dormir.

De Brasília até Alto Paraíso de Goiás são a 200 km de distância.

Nesse dia você pode dar uma volta em Alto Paraíso, onde você encontra várias lojinhas de pedras, incensos, mandalas…É um artesanato místico e também há vários detalhes de alienígenas, estátuas e placas. Esse misticismo surgiu por causa da pedra de cristal de quartzo embaixo da região que é cortada pelo Paralelo 14, o mesmo do Machu Picchu.

Aproveite para pegar um mapa na sua pousada para se localizar mais facilmente.

Dia 2 – Cataratas dos Couros

O segundo dia deste roteiro na Chapada dos Veadeiros consiste em explorar as Cataratas dos Couros. O acesso é pela BR mesmo e fica a 50 km de Alto Paraíso (35km de terra), entrada gratuita.

Logo no início você vê uma cachoeira linda e conforme vai caminhando, você encontra  várias cachoeiras com pedras e pocinhos. Dá pra passar o dia inteiro lá. Acho que são mais de 3 km de cachoeiras e é do ladinho do rio dos Couros, não tem como se perder, só seguir as setinhas feitas nas pedras por outros trilheiros. Não saia desse caminho!

roteiro na chapada dos veadeiros cataratas dos couros
Cataratas dos Couros

As principais quedas são Cachoeira da Muralha, São Vicente, Parafuso, Bujão e Cânion dos Couros.

A última é bem maior e bem reta com águas cristalinas, algumas partes onde a corredeira é bem forte e fica perigoso de entrar. Considero a mais bonita desse trajeto.

Dia 3 – Loquinhas e Cristais

No terceiro dia deste Roteiro na Chapada dos Veadeiros, visitamos a cachoeira Loquinhas, fica próxima da cidade de Alto Paraíso e a entrada é paga (R$20,00). Ela é constituída de vários pocinhos com água bem transparente e muita sombra, perfeitas para mergulhar. Considero a segunda mais transparente da viagem, ficando atrás somente da Santa Bárbara. Perfeita para tirar fotos com dome.

dicas de roteiro na chapada dos veadeiros cachoeira loquinhas
Cachoeira Loquinhas

Há uma estrutura de madeira com escadinhas entre um poço e outro até chegar na cachoeira maior, também há várias placas de sinalização com nomes e indicações.

Na cachoeira Loquinhas há uma piscina com partes rasas e fundas, muito transparente e espaçosa e vários peixinhos! É comum empilhar as pedrinhas..

A cachoeira Cristais possui uma estrutura com restaurante e música ao vivo. Aí você desce uns 10 minutos e chega na cachoeira. É um paredão com uma cachoeira com um jato bem forte bem rasa e tranquila, havia várias famílias. Provavelmente na época de chuvas é diferente. Ela tem esse nome de Cristais devido a pedra de quartzito.

cachoeiras na chapada dos veadeiros cristais
Cachoeira dos Cristais

Há muito barulho de cachoeira e dá uma tranquilidade… Entre uma cachoeira e outra há plaquinhas de espaço zen, espaço na paz….

Dia 4 – Almécegas I, II e São Bento

As Cachoeiras Almécegas I, II e São Bento custam 40 reais e ficam na fazenda São Bento. Caso deseje visitar somente a cachoeira São Bento custa R$15. Mas não deixe de por as Almécegas no seu Roteiro na Chapada dos Veadeiros!

Não pode levar bebida ou cachorro e nem fazer churrasco. Tudo é bem sinalizado com uma estruturazinha.

Você chega na Almécegas I através de uma trilha mais pesadinha de 1km com várias subidas e descidas. A cachoeira pode ser vista de 3 modos diferentes: em cima, do mirante e lá embaixo. É bem alta, dá pra ver bem certinho do mirante.

A parte de cima possui uma parte mais rasa com piscinas naturais, onde bate mais sol, e uma mais agitada que desce na cachoeira. Como nós fomos em maio, estava com pouca água e várias pedras.
A parte de baixo é bem funda e perigosa, mas possui um salva vidas atento. Muita gente pula da parte de cima para baixo, mas achei muito perigoso.

Cachoeira Almécegas II chapada dos veadeiros
Cachoeira Almécegas II

Almécegas II possui uma queda menor, mas forma um poço bem tranquilo com vários peixinhos, ótima para relaxar.

São Bento fica do lado oposto de Almécegas. Tem um lago com uma pontezinha, passando a trilha e chegando numa cachoeira maior, porém não achei muito bonita, meio sem graça se comparada às Almécegas.

Dá pra fazer as três com calma num dia só. Se não me engano na entrada há um café.

Aí viajamos para São Jorge, a segunda cidade base da nosso roteiro na Chapada dos Veadeiros.

Confira 10 atrações para ver em São Jorge!

Dia 5 – Mirante da Janela

O Mirante da Janela fica dentro do Parque Nacional dos Veadeiros, então fique atento ao horário de visitação! A entrada fica a 8km de São Jorge e pode deixar o carro no estacionamento. A entrada custa R$25 para quem não tem guia e R$15 com guia.

Para chegar no famoso ponto do Mirante da Janela (imperdível no seu roteiro na Chapada dos Veadeiros) é necessário fazer uma trilha de 12 km, 6 de ida e 6 de volta. O nível é difícil, porque tem algumas partes de subida e descida de pedra, algumas feitas com escada de madeira pois são bem íngremes. Levamos em torno de 4 a 5 h para concluir.

trilha mirante da janela chapada dos veadeiros
Mirante da Janela

O mirante de pedra formou tipo uma janela para os Saltos I e II do Rio Preto, é um lugar sensacional. Havia uma fila para tirar foto na pedra devido ao feriado de Primeiro de Maio. É bem difícil de subir, a pedra é bem reta e por sorte tinha um guia auxiliando a subida. É perigoso subir em cima pois pode cair, precisa tomar muito cuidado e a vista compensa.

roteiro na chapada dos veadeiros goias mirante da janela
Parte de cima do Mirante da Janela

Do outro lado há outra pedra que proporciona uma vista mais ampla.

Para quem ainda tiver disposição na volta, vale a pena dar uma passadinha na cachoeira do Abismo, águas claras e geladinhas.

Dia 6 – Trilha dos Canions I e II e Carioquinhas

Fica dentro do Parque da Chapada dos Veadeiros. Você deixa o carro no estacionamento (R$ 15,00) para o dia todo. Na entrada você faz um cadastro de visitante e assiste um vídeo sobre o parque e as trilhas que pode fazer.

dicas chapada dos veadeiros canions

São 3 trilhas que pode fazer:

  1. Carioquinhas
  2. Cânions I e II
  3. Saltos e 7 quedas (que precisa pousar).

Ficamos 6h dentro do parque e percorremos 12 km de trilha!

O Cânion I possui vários ofurôs naturais e a água é bem forte, fazendo uma massagem bem gostosa. Na parte de cima há uma piscina natural e vários peixinhos, a água é bem clarinha.

chapada dos veadeiros foto meio a meio peixes

A parte de baixo é chamada de Cânion II e achei muito legal pois dá pra ver onde a água passa e forma os canions. Porém a água é mais escura por ser mais profundo.

A cachoeira Carioquinhas é acessada depois de uma trilha de uns 2km. Achei a queda muito forte, ela te manda pra frente e mais adiante há alguns ofurôs e uma parte mais rasa para relaxar e “se aconchegar”.

Dia 7 – Vale da Lua e Morada do Sol

A entrada para o Vale da Lua custa R$20 por pessoa e você caminha por uma trilha de fácil acesso de apenas 600m. Entrada permitida até as 17h, já que meia hora depois vai escurecendo e aparecem cobras no trajeto! Com certeza um dos lugares que você deve por no seu roteiro na Chapada dos Veadeiros.

lugares tranquilos para viajar no Carnaval 2019 chapada dos veadeiros
Vale da Lua na Chapada dos Veadeiros.

A cachoeira foi formando vários buracos na rocha, deixando-a como se fosse um queijo suíço. Ela tem um formato incrível, nem parece que você está na Terra e deram o nome de Vale da Lua. Você caminha por cima dela e vai indo até o final onde pode entrar no poço dela. Tem que cuidar para não virar o pé e desviar de algumas aranhas bem grandes. A água é bem cristalina e em alguns buracos você mergulha e sai do outro lado.

Morada do sol

Essa fica na metade do caminho, não estava programada pois achei que íamos passar o dia inteiro no Vale da Lua, o que não aconteceu. Aí aproveitamos para conhecer a Trilha do sol, chamada assim pois o sol bate e a água fica bem amarelinha por causa da pedra. A água é transparente e com peixinhos. Várias cachoeiras com pocinhos estão no caminho, então você pode relaxar e ir trocando.

morada do sol chapada dos veadeiros
Morada do Sol

Se seguir mais para frente encontra o Vale dos Andorinhas feita de cânions de pedra onde passa a cachoeira. Muito alta.

No final do dia seguimos para Cavalcante, outra cidade base da nosso roteiro na Chapada dos Veadeiros.

Dia 8 – Santa Bárbara e Capivara

Essas duas cachoeiras só são acessíveis com guia, pois passa dentro de uma comunidade quilombola chamada Kalunga. Além da Santa Bárbara há mais uma cachoeira chamada  Prata que está do lado oposto.

quilombo kalunga chapada dos veadeiros
Comunidade Quilombola Kalunga

Contratamos um guia chamado Mike (62 99867-8618) que nos cobrou R$150 para levar 2 pessoas. Se tivesse mais pessoas seria o mesmo valor. Nos buscou na hospedagem cedinho. Você também pode dirigir até a comunidade e pegar um guia lá mesmo que pode sair bem mais barato, li relatos de pessoas que pagaram apenas R$15 com mais pessoas.

A entrada para as cachoeiras custa R$20, onde você deixa o carro e embarca numa jardineira no valor de R$10. É um veículo improvisado de ferro para nos levar até lá, pois há muitos buracos na estrada. Vai literalmente pulando por todo o caminho e depois anda por uma trilha curta com muitas pedras e subidas.

A primeira é uma cachoeira bem pequena chamada Santa Bárbarazinha, bem fofinha de água azulzinha. O filhote da que está adiante.

Cachoeira Santa Bárbara

A Santa Bárbara é minha favorita de todo o roteiro na Chapada dos Veadeiros, a Santa Bárbara é a cachoeira mais clara e azul turquesa que já vi! É maravilhosa e perfeita para mergulhar, leve snorkel e dome! É como se fosse uma piscina quando os raios de luz batem pois é super transparente (se possível visite ao meio dia) e embaixo tem areia. A água é geladinha.

Como o lugar é muito pequeno, há um controle da quantidade de pessoas e turistas podem ficar apenas uma hora.

cachoeira santa barbara azul chapada dos veadeiros
Cachoeira Santa Bárbara
cachoeira santa barbara meio a meio chapada dos veadeiros
Cachoeira Santa Bárbara
Cachoeira da Capivara

A Capivara é feita de vários pocinhos e já no primeiro você avista uma pedra com formato de peixe. Alguém foi lá e desenhou um olhinho, achei muito legal!
Você desce os pocinhos até chegar na queda, muito bonita de cor esverdeada e rodeada de muita mata.

cachoeira capivara peixe na pedra chapada dos veadeiros
Cachoeira Capivara

Na volta da Capivara é possível comer no restaurante da Comunidade Kalunga. A comida é feita em fogão à lenha, comida muito gostosa, buffet livre típica com peixe, saladas e sucos por R$30. Eu adorei a diversidade de sucos como tamarindo, mangaba, maracujá, pinha do cerrado, manga e cagaita. Tinha até WIFI! Há várias redes para descansar e o local é feito de folhas com mesas de madeira.

Aproveite também para conhecer a Cervejaria Artesanal Aracê em Cavalcante. Ela apareceu no Globo Reporter e foi criada por um casal de chilenos. Experimente a cerveja de baru, tipo uma amêndoa, e a pale ale.

Dia 9 – Poço encantado e Flor de ouro

Última cachoeira do nosso roteiro na Chapada dos Veadeiros, ficam entre Cavalcante e Alto Paraíso.

O Poço Encantado é a única cachoeira com areia como se fosse uma praia. É bem diferente das outras que já vi na vida! Possui uma piscininha e uma queda bonita. O acesso a Cachoeira do Poço encantado é na rodovia GO-118 no km22 com 2km estrada de chão em boas condições e uma pequena trilha de 200m. Paga-se R$25 para entrar.

poço encantado roteiro na chapada dos veadeiros
Poço Encantado

Aí passamos na Flor de Ouro Vila Natural e Holística criada por um casal de colombianos e destinada a pessoas que procuram um contato intenso com a natureza, simplicidade e tranquilidade. A entrada custa R$10, possui dois templos para meditação, grupos de caminhadas, ioga, banhos de rio. Dietas para cuidar do corpo e da mente de forma natural e saudável. Já funciona há 3 décadas.

Você pode passar alguns dias sem pagar nada em dinheiro, precisa apenas fornecer algo,  fazer alguma coisa pelo lugar em troca como jardinagem, construção, pintura, arte, música, preservação.

Aqui é permitido a prática do nudismo em um córrego.

Depois seguimos para Brasília e acabamos este Roteiro na Chapada dos Veadeiros.

Dia 10 –  Brasília

Aproveitamos para conhecer a capital, vimos as principais atrações em um dia. Confira todas as dicas no artigo 10 coisas para ver em Brasília.

Gostaram deste Roteiro na Chapada dos Veadeiros! Comente!

Roteiro na Chapada dos Veadeiros, dicas, trilhas e cachoeiras

leia também

10 atrações em São Jorge na Chapada dos Veadeiros
7 razões para viajar com pouca bagagem
12 coisas que você NÃO deve esquecer na sua mala de viagem


Viaje com a Angie

Faça sua reserva através dos serviços parceiros do blog!Assim você nos ajuda a criar conteúdo cada vez melhor pois ganhamos uma pequena comissão, VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO e continua acessando o blog grátis! Obrigada!

Receba dicas exclusivas no seu email!Receba dicas exclusivas no seu email
Assine nossa newsletter e fique por dentro das nossas viagens, descontos incríveis e os melhores lugares para visitar e curtir a vida!

5 COMENTÁRIOS

  1. Esse foi o melhor roteiro da Chapada dos Veadeiros que já li. Adorei a dica. Assim que meu guri tiver um pouco mais de idade eu quero fazer essa viagem!!

  2. Que lugar magnífico! Esta é um das chapadas que eu desejo conhecer. Acho a Chapada Diamantina (Bahia) um dos mais incríveis lugares do mundo que eu conheço e por isso imagino que vá me encantar pela Chapada dos Veadeiros também com sua cachoeiras e trilhas.

    Essas imersões na natureza são energizantes e este roteiro está delicioso!!!!!

  3. A Cachoeira Santa Bárbara também eh minha favorita mas também amo de paixão a Catarata dos Couros. O seu roteiro ficou bem legal! Simbora curtir a Chapada dos Veadeiros! Já fiquei na Namastê e comi um monte também kkkkkk

  4. Que incrível! Esse disco voador é o máximo! Será que rola uma carona nele pra Chapada?! O Vale da Lua é impressionante, paisagem única!

Curtiu? Comentaí!