O que fazer em Belém do Pará: atrações e roteiro 3 dias

2
246

Confira as dicas e atrações do meu roteiro O que fazer em Belém do Pará! Eu sempre tive vontade de conhecer Belém do Pará porque tenho uma amiga muito querida de lá. É um destino pouco conhecido pelos brasileiros que moram no sul do Brasil e posso dizer que é um dos meus destinos favoritos!.

A capital paraense entrou na minha lista de lugares queridinhos do Brasil, voltei com gostinho de quero mais! Amei a cultura, a gastronomia, o povo! Você sabia que Belém detém o título internacional da Unesco de Cidade da Gastronomia? Assista todas as dicas no vídeo especial sobre Belém do Pará

Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

O que fazer em Belém do Pará: atrações e dicas

Neste artigo falo das minhas experiências e dou dicas dos principais pontos turísticos de Belém do Pará, feito especialmente para quem vai explorar o norte do Brasil pela primeira vez Além disso, Belém do Pará é um dos 10 Destinos baratos no Brasil para conhecer este ano.

Melhor época para visitar Belém do Pará

Como o Pará faz parte Amazônia, é normal que seja quente e com muita chuva. A melhor época para visitar Belém do Pará é de Junho a Novembro.
No segundo final de semana de outubro outubro acontece o Círio de Nazaré, o maior evento da cidade. É uma época muito lotada, então precisa ser reservada com antecedência.

o que fazer em belem do para estacao das docas
O que fazer em Belém do Pará: dicas e pontos turísticos

Eu visitei Belém em março, peguei alguns dias de chuva, mas deu pra aproveitar a viagem da mesma forma. Em maio acontece o festival gastrônomico no Mercado Ver o Peso.

Sempre passe protetor solar (mormaço também queima e aquele ventinho engana), tome muita água e leve um guarda chuva, pois afinal você está na Amazônia e sempre tem uma chuvinha. Também vá com roupas leves e calçados confortáveis sem salto, pois as calçadas são irregulares. Leia também: 15 Dicas de Belém do Pará: o que você precisa saber antes de viajar

Como chegar em Belém do Pará

Os voos até Belém do Pará saindo de São Paulo ou Rio demoram em torno de 3 horas para chegar. Aconselho usar o Uber à vontade, especialmente para ir do Aeroporto Internacional de Belém (Val de Cans) até o centro.


Você até pode usar os ônibus na cidade, mas recomendo Uber pois sai bem barato, especialmente se você estiver viajando com mais pessoas. Normalmente dava menos de 10 reais, pois tudo fica muito pertinho (estando já no centro). Os trechos mais caros foram do centro para o Aeroporto e do centro (em torno de R$25, de táxi é 60!) até Mangal das Garças (uns R$13).

dicas de viagem o que fazer em belem do para
Casa das 11 Janelas

Onde ficar em Belém do Pará

O centro não é um dos melhores lugares para se hospedar, pois de dia é um pouquinho estranho e a noite então…. Recomendo ficar nos bairros Nazaré ou Batista Campos, dois bairros nobres com uma seleção de restaurantes, lojinhas e bares e ruas arborizadas, as lindas mangueiras!

Confira os hotéis e pousadas em Belém do Pará que recomendo (clique para reservar):

  • New Inn Batista Campos Nota 8,0 $$$ localizado a 1,7 km do Ver o Peso, atendentes educados, ótimo custo benefício
  • Rede Andrade Docas 8,5 $$ pertinho da Catedral da Sé, academia, quartos confortáveis
  • Hotel Grão Para 8,3 $$$ fica perto da Estação das Docas e Theatro, café da manhã incluso
  • ibis Styles Belem Nazare 8,1 $$$ – fica próximo a Basílica, academia, piscina e café da manhã muito bom
  • Hotel Marajoara 8,9 $$ fica próximo a Basílica, decoração inspirada na Amazônia, quarto confortável e bom café da manhã

Roteiro de Belém do Pará com Marajó

Lembrando que é possível visitar Belém do Pará em 2 dias bem corridinhos. Caso tenha mais dicas, você pode também visitar a Ilha de Marajó, um dos lugares mais incríveis do Pará! Confira as dicas O que fazer na Ilha de Marajó

Dedique no mínimo 3 dias em Marajó e compre a passagem de IDA e VOLTA para Salvaterra e Soure com alguns dias de antecedência, especialmente se for julho (mês super cheio!). O valor de cada trecho é R$49.

Quem faz o trajeto até Soure de lancha rápida é a empresa Golfinho e dura em torno de 2h. A outra opção é ir até Salvaterra com saída às 7h por R$35 e de lá pegar um ônibus até Soure por R$13.

Horários de saída do Terminal Hidroviário de Belém Golfinho:

  • Belém/ Salvaterra/ Soure: saída às 8h
  • Soure/ Salvaterra/ Belém: saída às 5:30 e às 14h
dicas viagem belem do para
Em Belém chove todo dia!

Atrações o que fazer em Belém do Pará

Fiz um roteiro em Belém do Pará redondinho para que você não perca tempo no transporte e aproveite o máximo de sua viagem na capital paraense.

Roteiro em Belém do Pará resumido

  • Dia 1: Mercado Ver-o-peso, Mercado Municipal Francisco Bolonha, Forte do Presépio, Catedral Metropolitana de Belém, Museu do Círio, Iacitata e Estação das Docas e Sorveteria Cairu
  • Dia 2: Mangal das Garças, Espaço São José Liberto, Basílica Santuário Nossa Senhora de Nazaré, Theatro da Paz e Point do Açaí
  • Dia 3: Ilha do Combu
  • Dia 4: Ilha do Mosqueiro

Dia 1 – Principais pontos turísticos de Belém

Eu fiz um vídeo especial contando todos os detalhes da minha viagem em Belém do Pará no vídeo abaixo, clique para assistir!

1 – Mercado Ver-o-peso

Recomendo começar o dia no Mercado Ver-o-peso para tomar um café da manhã reforçado! Funciona desde 1626, é considerada a maior feira livre da América Latina e já foi eleita uma das 7 maravilhas do Brasil.

Há muitos anos atrás neste local funcionava a Casa do Haver-o-Peso, que seria um entreposto fiscal. Aqui se se media o peso das mercadorias da Amazônia, os impostos da Coroa Portuguesa e os produtos que chegavam da Europa.

belem do para pontos turisticos mercado ver o peso
Mercado Ver o Peso tem de tudo!

Aqui você encontrará diversas barraquinhas que fazem tapioca maravilhosa e recheada na hora com direito a abacatada (vitamina de abacate com leite ninho)! Pode também pegar um peixinho frito e um açaí.

Recomendo provar os bombons com sabores diferentes e frutas amazônicas como cupuaçu e tapioca e quem sabe experimentar a cachaça com jambu, uma planta que deixa os lábios dormentes! Ver o tucupi, a maniva e todo tipo de farinha possível. Vendem de tudo desde frutas diferentonas, castanha do pará in natura (tem gosto de coco!), peças de artesanato em madeira até poções!



Por todo lugar você encontrará algumas lojas de ervas medicinais, a “farmácia do índio”. Tem planta para cada tipo de problema…mas há também as famosas poções que curam unha encravada, dor de corno e até afastam sirigaita hahaha

produtos mercado ver o peso
Vários produtos diferentes no Mercado Ver o Peso

2 – Mercado Municipal Francisco Bolonha

Do outro lado do Mercado Ver o Peso, numa porta até meio escondida fica o Mercado Municipal que foi apelidado de Mercado das Carnes. É um local muito bonito, todo trabalhado em ferro no estilo art nouveau e num verde água lindo, considerado um dos ápices durante o ciclo da borracha.

Esse mercado possui uma escada em espiral bem no seu centro, um estrutura muito bonita! Antigamente ficava o reservatório de água do mercado.

mercado das carnes ver o peso belem
O Mercado Municipal fica do outro lado do Mercado Ver o Peso

Você também pode visitar o Mercado de Ferro onde vendem os peixes, uma diversidade incrível de peixes amazônicos, e que foi construído em 1897, sendo importado da Europa!

Ah, na Doca das Embarcações acontece a feira do açaí super cedinho as 5 da manhã. São toneladas de açaí trazidas todas as manhãs e que corresponde a 85% do açaí de todo o Brasil!

ATENÇÃO! No centro não dê bobeira e fique atento com seus pertences, especialmente quando estiver atravessando a rua e dentro do Mercado ver o Peso. Existe sim um certo policiamento por ali, mas é importante se prevenir né.

Eu não vi nada perigoso, mas me senti insegura ao sair do mercado em direção ao Forte passando pela Praça do Relógio Siqueira Campos, tinha muitos homens olhando e cantando, mas ninguém nos seguiu ou nos abordou. Ali sim fiquei meio tensa.

3 – Forte do Presépio

Essa área do Forte do Presépio representa o início de Belém, foi aqui que a cidade começou a ser formada dentro dos muros do forte lá em 1616. Os colonizadores portugueses a chamavam de Feliz Luzitânia e foi este o nome dado para o complexo que engloba:

  • Catedral Metropolitana de Belém
  • Casa das Onze Janelas
  • Museu de Arte Sacra na Igreja de Santo Alexandre
  • Museu do Encontro dentro do forte
  • Ladeira do Castelo ou Rua Siqueira Mendes
mirante forte do presepio belem do para
Vista do Mirante do Forte

Dentro do Forte do Presépio fica o Museu do Encontro que conta a história de Belém e também do Pará com algumas peças de cerâmica da arte marajoara e tapajônica super interessantes (algumas são anteriores à chegada dos portugueses). O ingresso é baratinho, em torno de 4 reais, e você ainda pode andar nas muralhas e conferir a vista para o Mercado e o rio Guamá na baía de Guajará e ainda ver os canhões originais da época.

4 – Casa das Onze Janelas

A Casa das Onze Janelas é uma estrutura que fica ao lado do forte, uma casa muito bonita do século 18 que já pertenceu a um senhor de engenho durante a era do açúcar. Hoje abriga o Museu de Arte Moderna e Contemporânea de Belém.

O pátio da casa é muito bonito e bem cuidado com diversos bancos e vista legal para o rio. Aqui está ancorado o navio corveta Solimões pertencente à Marinha do Brasil.

navio corveta Solimões belem do para
Daia faceira com o navio corveta Solimões e doguinho

5 – Catedral Metropolitana de Belém

Do outro lado da Praça está localizada a linda Catedral Metropolitana de Belém, construída em 1755 e também chamada de Catedral da Sé. Por fora ela é branca e simples, mas por dentro surprende com suas colunas de mármore e pinturas enormes.

catedral belem do para fachada branca
Catedral Metropolitana de Belém


Para você ter ideia contrataram um arquiteto italiano para fazer o interior e também compraram mármores da Itália para decorar no estilo europeu.
Eu recomendo fortemente que ouça a história dos guias no interior, tem muita coisa legal para aprender em uns 15 minutinhos.

Catedral Metropolitana de Belém interior
Interior da Catedral Metropolitana de Belém

6 – Círio de Nazaré

Os paraenses são muito religiosos e o maior evento do estado é o Círio de Nazaré, a maior procissão Católica do Brasil e que acontece no mês de outubro durante vários dias. Trata-se de uma romaria para levar a imagem de Nossa Senhora de Nazaré da Catedral Metropolitana até a Basílica de Nazaré percorrendo 140 km. Além disso há uma corda enorme de 400 de 700 quilos que é levada pelos fiéis e super difícil de se chegar perto, todo mundo anda coladinho. Atrai mais de 2 milhões de fiéis todos os anos.

Para saber mais sobre a história do Círio, visite o Museu do Círio que fica uns 5 minutinhos da Catedral. A entrada é bem baratinha, a exposição é interessante e com um design criativo. Poderá ver pedaços das cordas, agradecimentos, relatos… Recomendo bastante! Também pode visitar o Museu de Arte Sacra de Belém localizado dentro da igreja de Santo Alexandre, a qual faz parte do colégio jesuíta de Belém.

museu do cirio de nazare belem
Museu do Círio

7 – Iacitata Ponto De Cultura Alimentar

Chegou a hora do almoço! Um dos melhores lugares que já comi na minha vida sem mentira foi o Iacitata Ponto De Cultura Alimentar pertinho da Catedral Metropolitana. A comida é maravilhosa com ingredientes livres de agrotóxicos de cultivados por pequenas famílias, quilombolas ou MST, uma ótima forma de economia colaborativa.

gastronomia belem do para iacitata
A gastronomia paraense é incrível!

Há todo um trabalho cuidadoso por trás de cada prato e uma valorização enorme da cultura e da biodiversidade amazônica. É uma experiência incrível! Olha o cardápio:

  • Tacacá: um caldo amarelado (tucupi) com goma de mandioca, jambu e camarão seco.
  • Maniçoba: folha moída da mandioca que lembra o feijão preto só que melhor
  • Pato no tucupi: pato no caldo amarelado com jambu acompanhado de arroz branco ou farinha de mandioca. Comum durante o Círio
  • Cachaça de jambu: a do bar Meu Garoto é a mais famosa
  • Pirarucu frito: um dos maiores peixes que já vi! Normalmente é bem salgadinho.

8 – Estação das Docas e Sorveteria Cairu

Para finalizar o dia! Um dos meus lugares favoritos e indispensáveis da lista de O que fazer em Belém do Pará! A Estação das Docas é uma área revitalizada formada por 3 galpões de ferro repleta de restaurantes, cervejarias lojinhas e uma vista legal para o rio Guajará. Vale uma visita tanto de dia, quanto de noite.

Também aproveite para caminhar pela orla e garantir uma foto com os guindates amarelos gigantes provenientes dos Estados Unidos.

Belém do Pará - Estação das Docas
Belém do Pará – Estação das Docas

ATENÇÃO! Não deixe de provar os sorvetes MARAVILHOSOS da Sorveteria Cairu, uma das melhores do Brasil! São tantos sabores diferentes que você não vai acreditar: Bacuri, cupuaçu, tapioca (o meu favorito), araçá, tapiribá….

Aqui você pode explorar a cervejaria da Amazon Bier que produz cervejas diferentonas com toques amazônicos!

9 – Passeio de barco pela orla

Outra opção muuuito legal é o passeio de barco no por do sol que inclui danças típicas do Pará como carimbó. É um passeio bem animado com direito a caipirinha e muita música!

Esses barcos saem da Estação das Docas em torno das 17:30 de terça a domingo. Existem alguns passeios noturnos especiais.

Dia 2 – Atrações turísticas de Belém

10 – Mangal das Garças

O Mangal das Garças é um parque zoobotânico enorme em Belém do Pará onde você poderá relaxar e ter uma vista incrível da cidade subindo no Farol. Não abre nas segundas. Recomendo ir de Uber para chegar mais rápido e fugir da chuva ou calor de Belém!

dicas de belem do para farol mangal das garcas
Vista do Farol do Mangal das Garças

Há muitas áreas diferentes que representam as macrorregiões florísticas do Estado, ou seja, as matas de terra firme, as matas de várzea e os campos pelo parque. São mais de 300 espécies de plantas e muitas aves como garças, aningas e jaburus!

Atenção: sempre tenha uns trocados na bolsa para comprar lembrancinhas, nem todo lugar tem maquininha de cartão por conta da internet.

Para entrar no parque não paga nada, mas existem atrações dentro dele que cobram ingresso. Vale a pena comprar o combo que custa R$ 15, achei que valeu a pena! Olha os preços individuais

  • Reserva José Márcio Ayres (Borboletário) – R$ 5,00 um dos maiores do Brasil
  • Farol de Belém – R$ 5,00 mirante a 47m de altura
  • Viveiro das Aningas – R$ 5, muitos pássaros diferentes
  • Memorial da Navegação da Amazônia – R$ 5 e grátis nas terças
  • Passaporte (preço único para todos os espaços) – R$ 15
  • Estacionamento Privativo com 107 vagas R$5,50 (primeira hora), R$5 a hora e/ou fração de hora.

Se estiver com fome pode comer no Manjar das Garças, um dos restaurantes mais conhecidos de Belém do Pará e também carinhos.

roteiro belem do para 3 dias mangal das garcas
Atrações do Mangal das Garças

11 – Espaço São José Liberto

Este local funciona como um centro comercial e cultural com lojas de artesanato, ateliês, um espaço para eventos e ainda conta com um museu. Antigamente, o Espaço São José Liberto já foi convento, quartel, hospital e prisão.

12 – Basílica Santuário Nossa Senhora de Nazaré

Este lugar com certeza é um dos principais pontos turísticos de Belém para quem é religioso. Ela é a famosa igreja do Círio de Nazaré, uma das maiores tradições religiosas do Brasil e que acontece todo outubro.

A imagem de Nossa Senhora de Nazaré sai da Catedral de Nazaré e faz o trajeto até a Basílica Santuário. Na Basílica de Nazaré, você encontra uma parede cheinha de fitas coloridas do Círio.

Basílica Santuário Nossa Senhora de Nazaré fachada belem do para
Fachada da Basílica Santuário Nossa Senhora de Nazaré

13 – Theatro da Paz

Localizado na Praça da República, o Theatro da Paz é o símbolo máximo do Ciclo da Borracha. Assim como o Teatro Amazonas em Manaus. Este teatro foi construído em 1878 e é uma réplica do Teatro alla Scala, em Milão na Itália, considerado uma das mais famosas casas de ópera do mundo

14 – Point do Açaí

Um restaurante com muitas opções de pratos regionais, de peixes e carnes, com guarnição de açaí branco, preto ou bacaba. O ambiente também é legal e muito antigo fica do outro lado da Estação das Docas.

acai belem do para carne
Açaí com farinha de tapioca e peixe frito

Dia 3 – Ilhas em Belém do Pará

15 – Ilha do Combu

Chegou a hora de explorar a floresta paraense! A ilha do Combu fica 15 minutinhos de bardo de Belém e tem algumas atrações e atividades legais como produção de chocolate!

Os barcos saem da Praça Santa Isabel e cada trajeto custa apenas 5 reais, não é possível andar pela ilha em si, tudo é feito de barco. Se prepare para a aventura: muito vento, respingos e balanços, então guarde tudo que pode sair voando – como celular – dentro da bolsa!

A primeira parada é na Filha do Combu, uma pequena produtora de cacau e chocolate orgânico, a qual ficou famosa por atrair a atenção do chef Alex Atala. Você consegue visitar a plantação de cacau e fazer um tour guiado para saber mais sobre o produto. Aproveite e prove os chocolates, brigadeiros e outros doces das frutas amazônicas!

ilha do combu filha do combu
Uma das atrações da Ilha do Combu é o cacau! Foto: Filha do Combu

Depois siga para a Saldosa Maloca, um dos restaurantes mais conhecidos da Ilha do Combu que possui pratos deliciosos e com uma vista incrível de Belém. Se quiser pode até dar um mergulho no rio e aproveitar o chuveiro no deck do restaurante. Dá até para apreciar uma cervejinha gelada no fim da tarde.

Dia 4 – Ilha do Mosqueiro

Para quem quiser curtir praia, poderá fazer um bate e volta para a Ilha do Mosqueiro, um dos lugares mais visitados pelos locais. Fica a 80 km de Belém e possui mais de vinte praias entre faixas de areia à beira-rio e igarapés. É possível dirigir até lá pela BR010 e PA391 ou pegar um ônibus que sai do Terminal Rodoviário de Belém (linha 970). A passagem custa menos de 10 reais.

Muitos recomendam a Praia do Paraíso para relaxar, experimentar a culinária paraense e depois tirar uma soneca nas diversas redes. Outra opção é a Praia do Chapéu Virado que possui uma ampla faia de areia, diversos quiosques e boas ondas.

Dia 5 a 8 – Ilha do Marajó

A ilha do Marajó fica muuuito mais distante de Belém, 2 horas de barco rápido, então sugiro no mínimo 3 dias e comprar a passagem antecipadamente (como mencionei anteriormente no artigo). É um lugar incrível e que vale muito a pena visitar.

Confira o vídeo da Ilha de Marajó

Gostou desse roteiro O que fazer em Belém do Pará? Leia também 10 coisas que não te contam sobre a Amazônia

O que fazer em Belém do Pará pontos turisticos
Pin O que fazer em Belém do Pará pontos turisticos
Viaje com a Angie Faça sua reserva através dos parceiros do blog! VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO, nos ajuda a criar conteúdo cada vez melhor pois ganhamos uma pequena comissão. Obrigada!
PRESETS APURE GURIA
Conheça minha coleção especial de filtros para celular e deixe suas fotos mais vibrantes com apenas um clique!

VOLUNTARIADO NA VIAGEM
Torne-se voluntário por alguns dias na sua próxima viagem, troque experiências, conheça pessoas novas e economize dinheiro! Conheça o Worldpackers! Leitores do Apure Guria ganham 10 USD de desconto!

SEGURO VIAGEM
O Seguro Viagem é obrigatório em muitos países, faça a cotação com a Real Seguros e garanta melhor custo benefício. Desconto de 10% exclusivo para leitores! Veja por que viajar com Seguro Viagem.

HOSPEDAGEM
Os melhores hotéis e hostels em um só lugar com cancelamento gratuito. Conheça o Booking.com!

INGRESSOS
Fuja das filas nas maiores atrações no mundo adquirindo com antecedência e pagando com cartão de crédito ou Paypal no Get Your Guide.

AULA DE IDIOMA COM PROFESSOR NATIVO
Aprenda qualquer idioma em casa com aulas virtuais e preços acessíveis. Ganhe 10 USD de desconto na sua primeira compra na plataforma do Italki!
CONHEÇA TODOS OS SERVIÇOS DO BLOG!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here