10 coisas para fazer na Ilha de Marajó: roteiro imperdível

11
127

Há tanta coisa para fazer na Ilha de Marajó no Pará e é um destino pouco procurado pelos brasileiros, só quem vai sabe o seu encanto. É uma mistura de praia e floresta com casinhas e estilo de vida bem simples rodeado por búfalos por toda parte!

A maior cidade da ilha do Marajó é Soure e a maioria das atrações ficam em seu entorno. Uma cidade modesta com alguns casarões e lojas e que está recebendo turistas em busca do ecoturismo. Um roteiro na Ilha da Marajó precisa incluir praias, igarapés, cultura marajoara e comida boa!

Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

Confira este guia de o que fazer na Ilha de Marajó, melhor época, pontos turísticos, transporte, preços e hospedagens. Assista o vídeo com mais dicas de Marajó

O que fazer na Ilha de Marajó no Pará e muitas dicas

O que você precisa saber antes de visitar Marajó

  • Em vários lugares não tem conexão nem sinal de telefone, por isso sempre deixe combinado com o taxista a hora do seu retorno.
  • Leve dinheiro, pois várias atrações não aceitam cartão.
  • Se estiver sozinha, vá de mototáxi (R$ 7). Se não divida a corrida com seus amigos (em torno de R$20 para lugares proximos, R$80 mais longe)
o que fazer na ilha de marajo
A ilha de Marajó encanta pela simplicidade!

Quando visitar Marajó?

A melhor época é de julho a novembro quando é bem quente e não chove quase nada. No entanto, é período de alta temporada, pode ser que você não consiga hospedagem acessível e os bilhetes dos barcos até lá podem estar esgotados. O mês de julho é ainda mais concorrido pois muitos paraenses vão para Marajó!

Eu visitei em março considerada época de chuva. Peguei dias nublados, chuva de madrugada e alguns pinguinhos durante o dia, mas nada que estragou o passeio não. Os campos ficam alagados e os mangues mais cheios.

Como chegar na Ilha do Marajó?

Você deve chegar em Belém do Pará primeiro (Gol e Latam vão até lá) e aí comprar uma passagem de lancha expressa para o Marajó. Não tem como comprar online pelo Terminal Hidroviário de Belém nem pelas empresas, é preciso ir até lá.

Dá até pra chegar na ilha de avião, o voo dura 25 min mas é caro! O monomotor sai do Aeroporto Internacional de Belém (Av. Júlio César, s/nº – Hangar 07) sempre nas segundas e sextas-feiras às 11h.

Outra opção é ir de carro e pegar uma balsa no porto de Icoaraci com a empresa Henvil, o trajeto custa R$140. A travessia dura entre 3 a 4 horas até o porto de Camará.


Compre a passagem do barco com antecedência

Para visitar a ilha de Marajó, compre a passagem de IDA e VOLTA para Salvaterra e Soure com alguns dias de antecedência, especialmente se for julho (mês super cheio!). O valor de cada trecho é R$49.

letreiro amo soure
Não podia faltar uma foto no letreiro eu amo Soure!

Lancha expressa para Marajó

Há duas cidades que recebem a lancha expressa: Salvaterra e Soure, a viagem dura 2h ou 3 h respectivamente.

Quem faz o trajeto até Soure de lancha rápida é a empresa Golfinho ou Tapajós, dura em torno de 2h e custa R$48. A outra opção é ir até Salvaterra com saída às 7h por R$35 e de lá pegar uma van até Soure por R$13. Nesse trajeto a van passa por uma balsa para atravessar o rio, as ruas são bem ok e é seguro sim.

Não esqueça de ir com um moletom ou cobertinha porque ligam o ar condicionado no máximo e fica bem frio!!!

Horários de saída do Terminal Hidroviário de Belém Golfinho:

  • Belém/ Salvaterra/ Soure: saída às 8h
  • Soure/ Salvaterra/ Belém: saída às 5:30 e às 14h

Como os horários variam bastante durante o ano, recomendo ir lá num dia do seu roteiro em Belém do Pará e comprar para 2 3 dias depois.

lancha expressa marajo golfinho
Lancha Expressa para Ilha de Marajó

Navio fluvial ou Catamarã para Marajó

Caso o seu destino seja Soure e não tenha mais passagem, você pode ir até Salvaterra de navio fluvial e pegar uma van assim que descer da lancha no Porto de Camará. O custo será praticamente o mesmo, mas a viagem total dura em torno de 4 horas. Fomos com a empresa Banav (até tem site para comprar as passagens mas não funciona, o mesmo acontece com a empresa Tapajós). Ah e tinha até misto quente feito na hora e café do lado de fora do catamarã!

como chegar na ilha de marajo barco
Catamarã até a Ilha de Marajó e van na chegada em Salvaterra

Confira 15 Dicas de Belém do Pará

Transporte em Marajó

Não tem ônibus rodando, praticamente tudo é táxi ou mototáxi. Como a gasolina lá é mais cara, as corridas podem variar de 20 a 80 reais dependendo do lado da ilha que você quer ir. Por isso acho vantagem visitar a ilha com mais gente para rachar esse táxi haha
Os taxistas combinam o horário de ida e volta com você, assim se não tiver sinal de celular, eles vão estar te esperando no horário combinado.

Entre Soure e Salvaterra existe um rio, então você pode atravessar de barco popopô por R$4 na frente da Igreja ou rabeta por R$7 no porto.

Onde se hospedar em Marajó?

Eu me hospedei na casa de uma senhorinha em Soure. A minha amiga Pan é de Belém e já conhecia essa mulher, foi uma experiência bem legal. Para o turista sem contatos, recomendo ficar em pousadas em Soure mesmo, confira a lista abaixo das que eu considero as melhores:

  1. Pousada O Canto do Francês
  2. Pousada Ilha Bela
  3. Solar Encanto do Marajó
  4. Hotel Marajó 

Também tem algumas opções no Airbnb, melhor para quem viaja em grupo. Com este link você ganha R$180 de desconto na sua primeira reserva! Em Salvaterra há opções mais baratas, mas aí você perde um pouco de tempo fazendo a travessia até Soure.

O que fazer na Ilha de Marajó: Atrações em Soure

Confira todas as atrações que falo aqui no vídeo especial sobre a ilha! Clique para assistir



Os búfalos do Marajó

Marajó possui o maior rebanho de búfalos do Brasil, quase 3 animais por habitante. Diz a lenda que no século 19 um navio levava os búfalos para as Guianas, mas naufragou na frente do Marajó. Os búfalos nadaram até a ilha e tomaram conta! Hoje são usados até pela polícia hahaha

Por todo lado nas ruas você os encontra, vários foram domesticados há décadas e são mansinhos, como este búfalo loirinho apelidado de Alemão. Também há fazendas de búfalos que fazem passeios e queijarias que produzem o famoso Queijo de Marajó. Se você encontrar doce de leite de búfala, prove que é sensacional.

bufalo loiro comendo grama
O “Alemão” tava fazendo um lanche pertinho do trapiche de Soure

1 – Centrinho de Soure

Soure é uma cidade bem simples, algumas lojinhas e restaurantes na avenida principal. Você verá muitos búfalos por todos os lados nas ruas de chão batido e com nomes simples como rua 1 e 2 por exemplo.

Centrinho de Soure na Ilha de Marajó
Centrinho de Soure na Ilha de Marajó

Quando fomos teve uma festa de rua, como se fosse um carnaval (provavelmente estavam dançando carimbó), montaram até umas barraquinhas e uma arquibancada.
É importante frisar que vários lugares só aceitam dinheiro e por aqui você só encontra uma agência do Banco do Brasil e uma do Bradesco.

Perto do rio tem mais alguns restaurantes e uma orla bem bonitinha para caminhar.

dicas pontos turisticos ilha de marajo para
Soure combina com o meu cabelo haha

2 – M’barayó

Esse é um dos centros de cerâmica Marajoara feitas por um dos remanescente dos nativos. Os índios marajoaras foram uma sociedade que floresceu na Ilha na Era pré-colombiana, sendo que o período mais estudado é entre 400 e 1600 para a cultura. Contudo, atividade humana desde 1000 a.C.

ceramica marajo pecas artesanato m barayo
Cerâmica marajoara

Há várias peças prontas para comprar e todas tem um significado por atrás: várias possuem formatos de animais e cores diferentes, tudo bem natural. São máscaras, vailhas, pratos, colares… Ali você aprende como é feito e um pouco da história das tradições marajoaras.

3 – Praia do Pesqueiro

Essa é a praia de rio mais famosa da ilha e fica distante de Soure em torno de 11 km! Tem algumas lojinhas de lembrancinhas e artesanato logo na entrada e uns 2 restaurantes que levam as porções para os turistas nas redes na praia. ISSO MESMO, REDES! Melhor sensação da viida! Também servem vários pratos com peixes como filhote e o file marajoara feito com carne e queijo de búfala.

praia de pesqueiro ilha da marajo
Tranquilidade na Praia do Pesqueiro!

Não tem guarda sol de plástico e sim natural hahaha Tem mesinhas e cadeiras de plástico. Dá pra tomar cerveja, água o que quiser. A água é bem tranquila e quentinha.

ACIDENTES NA PRAIA COM ARRAIAS

ATENÇÃO: em março as águas da praia estavam mais baixas (não tinha como mergulhar praticamente haha) e tivemos um acidente! As arraias se escondem na areia e é comum levar ferroada caso você pise em alguma delas. O Ian levou uma ferroada e foi direto pro SUS pra ter a ferida limpa.

Ele Ficou com o pé dolorido por vários dias e também não podia molhar. Então não vá muito caminhando muito para dentro do mar (que na verdade é um rio). E não esqueça de viajar sempre com SEGURO VIAGEM! Se o caso fosse mais grave, precisaria ter voltado para Belém às pressas. Prefira tomar banho quando a maré estiver alta e ande arrastando o pé na areia para “avisar as arraias”.

Lembre-se que SEGURO VIAGEM é ótimo para viagens nacionais, especialmente nesse caso que houve um acidente e não tinha como prever. Por sorte o Ian foi levado ao pronto socorro rapidamente com um táxi e atenderam rápido, mas nem sempre poder ser assim. Eu uso e recomendo a Real Seguros! Leitores do blog tem desconto de 10%, aproveite!

É uma mistura de mar de água doce e rio de água salgada… Também dá pra conhecer a Comunidade do Céu e Caju-unas, mas precisa de mais tempo, então vá cedinho.

ilha de marajo praia pesqueiro drone
Ilha do Pesqueiro vista de cima

4 – Fazenda São Jerônimo

Essa fazenda ficou muito famosa por causa do programa No Limite e novala Amor Eterno Amor da Rede Globo e foi palco de fotos sensuais para algumas revistas masculinas hahah O seu Brito tem uma pequena criação de búfalos numa área bem grande que abrange uma plantação de coco (principal fonte de renda), rio, praia e um manguezal (onde tem até um palco!). O dono da fazenda recebe os turistas e explica um pouco sobre o lugar, além de acompanhar os tours.

Como é o passeio na Fazenda São Jerônimo: caminhada

Uma parte do trajeto é feita com os búfalos: você pode ir montado ou a pé do lado deles, o que preferir. Outra parte é feita a pé, pode ir de chinelo mesmo não tem problema. O trajeto montado não deve passar de 20 minutos.

Travessia do Rio

O caminho até o rio é cheio de cocos e algumas plantas diferentes. Subimos numa canoa e fomos passeando pela floresta até o encontro com o mar. Aqui o grupo se separa: algumas pessoas querem atravessar para o outro lado de barco e outras montadas de búfalo!

Tenha certeza que você sabe nadar caso queira atravessar com o animal, pois você e ele ficam apenas com a cabeça fora da água. Os búfalos são muito fortes e exímios nadadores, porém as águas do rio se encontram com a do mar, então tem bastante onde e movimentação da água.

travessia com bufalo a nado rio
Fim da Travessia com o Búfalo
Praia e Manguezal

A próxima etapa é um passeio pela praia do Goiabal, um dos cenários mais legais que vi na viagem e ficou ainda mais completo pelo passeio no manguezal. A caminhada é feita em uma passarela de madeira bem ajeitadinha e vão contando a história dos habitantes e a proximidade com manguezal: a fonte de vida do Marajó. É criadouro de caranguejos, peixes, aves e outros animais.

mangue fazenda sao jeronimo
Passarela no Mangue na Fazenda São Jerônimo

Os mangueiros podem medir até 38 m de altura e protegem a costa de Marajó com suas longas raízes. Suas folhas adubam o solo e sua casca é utilizada pra pigmentar couro.
Os manguezais são um dos maiores empregadores de Soure, pois mais de 400 famílias vivem da coleta e venda de caranguejo. Caminhar por eles foi mágico, é um dos ambientes que ainda não conhecia de pertinho!

Fim do passeio

O passeio termina com suco das frutas da região e até um bolinho. Esse tour custa R$150, parece um valor bem caro, mas gostei muito pelos cenários.

Atenção: O passeio sai cedinho e dura uma manhã, normalmente precisa combinar com mais pessoas para fechar um grupo. Ele não atende telefone, não veem mensagens no Whatsapp, não veem nada. Só indo lá pra confirmar. Vou deixar o número caso queira tentar (91)993285488 e na página no Facebook há alguns horários dos tours (do ano passado).

A fazenda fica perto da Praia do Pesqueiro, então você pode combinar com o taxista para te levar e buscar.

Veja 10 coisas que não te contam sobre a Amazônia

5 – Curtume Arte e Couro

Os búfalos de Marajó são usados no transporte, na gastronomia e também em vestuário. Se aproveita todo o animal. Nesse curtume nós vimos como são feitas as peças de couro dos búfalos e também de outros animais. O processo é bem natural, digamos assim, sem produtos químicos:

  1. o sal é usado para amolecer o couro por 4 meses
  2. limpeza e escamação manual
  3. a casca do mangueiro faz tintura e a peça fica por 2 meses imersa
  4. banho e brilho com óleo de soja

Os artesãos demoram em torno de 3 semanas para cada peça. Também vimos que exitem 5 tipos de búfalos diferentes na ilha de Marajó. É um passeio rapidinho.

tipos de bufalo no marajo
Tipos de búfalo que vivem na ilha

6 – Fazenda Bom Jesus

Essa é outra fazenda que você pode visitar na Ilha do Marajó e que pode ser combinado diretamente com o hotel (o taxi até lá é incluso no valor). Você faz uma caminhada, encontra vários animais e plantas e fica sabendo um pouco mais sobre cada um, além da história.

É um passeio feito à tarde e que termina no por do sol com uma reviada de guarás. Custa R$85, não tem passeio com búfalo e pode agendar  (91) 3741-1243. Os Mineiros na Estrada contam como foi.

7 – Praia Barra Velha

Essa fica bem pertinho de Soure, em torno de 4 km, e é acessada por uma passarela de madeira. Lá há algus quiosques coloridinhos e restaurantes que servem pratos prontos e porções. Uma parte da praia é de mangue com areia fininha. Daqui você pode conhecer as outras praias como a do Jubim, mas precisa cuidar para a maré para não ficar ilhado (até baleia já ficou presa aqui). A maré fica baixa lá pelas 10h e retorna no fim da tarde.

Ao entardecer poderá ver uma revoada de guarás se tiver sorte.

praia soure pesqueiro
As praias de Marajó possui alguns quiosques e restaurantes na entrada

8 – Passeio de barco rio Paracauari

Esse é um passeio bem gostosinho e barato feito de rabeta (um tipo de barco motorizado), custa R$50 por pessoa e passa pela Praia do Garrote, Farol de Soure e Furo do Miguelão (um manguezal). O caminho é cheio de animais locais como guarás, macacos e botos se você tiver sorte. Outra opção é caiaque, mas só se você tiver experiência.

É o mesmo rio que você atravessa de balsa ou chega de barco. Paranacauari significa Rio de águas profundas na língua tupi e faz parte da rede fluvial da foz da bacia hidrográfica do rio Amazonas.

O que fazer em Ilha de Marajó: Atrações em Salvaterra

Salvaterra é menorzinha que Soure e os locais vão de barquinho até Soure (é baratinho). A cidade possui um Espaço Cultural onde há diversos artesanatos, alguns restaurantes e lojinhas.

9 – Ruinas Jesuíticas e Praia de Joanes

Uma das principais atrações de Salvaterra são as ruínas do século 18, o que restou da Igreja na colonização no trabalho para catequizar e proteger os índios Ela fica perto da praia de Joanes, um lugar com poucos turistas, muitas árvores e redários, alguns restaurantes além de um centro de artesanato: a Associação Educativa Rural e Artesanal da Vila de Joanes (AERAJ). Aqui eles fazem artesanato sustentável com coisas do mar, do rio e da Amazônia

10 – Praia Grande

Essa é a praia mais frequentada por turistas, especialmente famílias. Tem uma faixa de areia bem generosa e vários restaurantes na entrada da praia.

Leia também Guia completo de viagem para a Amazônia

Roteiro na Ilha de Marajó 3 dias

Este é um resumo de como você pode aproveitar os dias na ilha. Lembrando que ela é bem grande e há muito mais para aproveitar, mas acredito que  3 dias são suficientes para conhecer as principais atrações:

  • Dia 1: chegada em Soure, passeio pelo centrinho e orla, almoço Bela Pousada, M’barayó, Praia Barra Velha
  • Dia 2: Fazenda São Jerônimo, almoço e curtir a tarde na Praia do Pesqueiro
  • Dia 3: Passeio de barco rio Paracauari e/ou Ruinas Jesuíticas e Praia de Joanes
  • Dia 4 : retorno a Belém

O que comer na Ilha de Marajó

O Pará é um dos destinos mais gastronômicos do Brasil, tem tanta coisa gostosa e diferente que é impossível não amar. Você deve experimentar:

  1. tacacá
  2. queijo de búfala
  3. suco de frutas locais como cupuaçu ou bacuri
  4. sorvete feito com leite de búfala
  5. coxinha de caraquejo
  6. turu
  7. tapioca na frente do cais em Soure
  8. cerveja Tijuca Cerpa, é do Pará!!!
  9. camarão rosa com farinha d’água
  10. açaí
  11. filé de búfalo com queijo

Já os acompanhamentos podem ser arroz com jambu, arroz com coentro, salada ou macarrão. Um dos lugares mais famosos é o Delícias da Naiva (prove o pudim de cupuaçu) e Sabor de Marajó em Salvaterra (turu, um tipo de molusco parecido com ostra do mangue).

gastronomia paraense
Comidas da Ilha de Marajó!

Gostou destas dicas de o que fazer em ilha de Marajó?

10 pontos turísticos ilha de marajo

leia também:

O que fazer em Manaus: roteiro e guia completo!

12 coisas que você NÃO deve esquecer na sua mala 

Viaje com a Angie Faça sua reserva através dos parceiros do blog! VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO, nos ajuda a criar conteúdo cada vez melhor pois ganhamos uma pequena comissão. Obrigada!
PRESETS APURE GURIA
Conheça minha coleção especial de filtros para celular e deixe suas fotos mais vibrantes com apenas um clique!

SEGURO VIAGEM
O Seguro Viagem é obrigatório em muitos países, faça a cotação com a Real Seguros e garanta melhor custo benefício. Desconto de 10% exclusivo para leitores! Veja por que viajar com Seguro Viagem.

CHIP DE INTERNET
Não fique sem conexão durante a viagem! Conheça o chip de internet 4G EasySim4U com frete grátis!

HOSPEDAGEM
Os melhores hotéis e hostels em um só lugar com cancelamento gratuito. Conheça o Booking.com!

AIRBNB
Alugue apartamentos ou quartos com preços especiais, ótimos para quem viaja em grupo! Reserve no Airbnb e ganhe R$180 de desconto na sua primeira hospedagem.

DINHEIRO NO EXTERIOR
Com Transferwise você economiza dinheiro durante o intercâmbio ou morando em outro país. Veja como transferir dinheiro para o exterior.

INGRESSOS
Fuja das filas nas maiores atrações no mundo adquirindo com antecedência e pagando com cartão de crédito ou Paypal no Get Your Guide.

ALUGUEL DE CARRO
Alugue um carro para sua viagem nas melhores locadoras e pague em 12x sem juros e sem IOF com a RentCars!

VOLUNTARIADO NA VIAGEM
Torne-se voluntário por alguns dias na sua próxima viagem, troque experiências, conheça pessoas novas e economize dinheiro! Conheça o Worldpackers! Leitores do Apure Guria ganham 10 USD de desconto!

CONHEÇA TODOS OS SERVIÇOS DO BLOG!

Travel blogger e designer aspirante à muitas coisas e com PhD em zuera, não dispensa uma aventura cheia de desafios e tragédias. Nas horas vagas joga games, canta e planeja as próximas viagens.

11 COMENTÁRIOS

  1. Eu teria medo de encontrar um bicho desses pela rua e não sei se toparia atravessar o rio dessa forma também, mas muito bacana o que a cidade tem a oferecer, as festas, artesanatos, e cultura. Um bom lugar para se visitar um dia.

  2. Visitei o Pará há muito tempo. Infelizmente foi muito rápido, para um congresso, e não tive tempo de conhecer a ilha do Marajó. Depois dessa postagem fiquei com muita vontade de conhecer a ilha e principalmente provar os pratos. Parabéns, post super completo

  3. Confesso que não sabia que tinha tanta coisa pra fazer na Ilha de Marajó. Adorei as dicas e já quero conhecer. Lembro que minha mãe tinha uns vasos lindos de barro da ilha com arte marajoara!

  4. Quando estive em Belém provei a culinária de uma nativa da Ilha de Marajó e fiquei com muita curiosidade em conhecer o local, mas não imaginava que tinha tanta coisa assim pra fazer. A região Norte tem muitas surpresas e merece ser desbravada.

  5. Dizem que a travessia até Marajó é meio turbulenta. O que você achou? Tirou de letra ou ficou enjoada? Na próxima vez que for ao Pará pretendo conhecer e já anotei suas dicas do que fazer na Ilha de Marajó.

  6. Muito legal esse guia do que fazer na Ilha de Marajó, um lugar que eu nunca pensei em visitar. As fotos me animaram bastante. Achei muito bonito! Valeu a dica de que algumas atrações não aceitam cartão, hoje em dia a gente acaba confiando sempre no cartão né?

  7. Que lugar simpático é a ilha de Marajó, as praias tranquilas parecem fantásticas, mas o que mais gostei foi da manada de búfalos: que história interessante a da sua chegada

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here