10 Poliglotas compartilham suas dicas favoritas para Aprender Idiomas

1
521

Atualizado em

Você deve estar pensando: aprender uma língua nova é difícil né? Concordo, porém não precisa ser um bicho de sete cabeças (exceto se você estiver estudando húngaro haha). Para te ajudar nessa nova empreitada, conversei com alguns brasileiros que estudam e falam 4 línguas ou mais (sendo o português uma delas lógico). São poliglotas que compartilharam as dicas favoritas para aprender idiomas.

Cada um tem o seu jeito para estudar e aprender mais rápido, como já falei neste artigo 8 Dicas para aprender idioma sozinho mais rápido. Vale a pena você testar cada uma das dicas e ver se funciona para você ou não! Não existe dicas milagrosas. Vamos lá!

Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

10 Poliglotas compartilham suas Dicas favoritas para Aprender Idiomas

1 – Manter a Regularidade e praticar todo dia

Lucas, fala inglês, espanhol e francês

“Não acredito que tenha muito mistério, a melhor maneira de aprender novas línguas é fazendo aulas com bons professores. Caso você não tenha condições de pagar por essas aulas, recomendo estudar por meio de aplicativos gratuitos e não desistir. Mantenha a regularidade. Se parecer frustrante é porque é. É frustrante aprender uma nova língua. Requer tempo e dedicação. Ninguém aprende uma língua em duas semanas, mas é bastante plausível imaginar que você terá uma boa noção do idioma daqui alguns meses.”

A dica de ouro do Lucas:” Cerque-se dessa língua o máximo possível. Com inglês, eu assistia a séries sem legenda para melhorar o meu entendimento da fala e gramática. A série deve ser de linguagem simples, com assuntos leves e de preferência sem sotaques. Séries como Friends e The Office são ótimos exemplos pois tratam do cotidiano. Lembre-se de que nem sempre você vai entender tudo, mas é importante fazer o seu cérebro se acostumar com o novo idioma e seus trejeitos. Portanto siga jornais e influenciadores no Instagram e Twitter, veja seus vídeos, ouça músicas, jornalistas e, é claro, estude. Nem que seja pelo app gratuito.”

2 – Conversar com nativos desconhecidos

Scarlet: inglês, espanhol e francês

“Comecei a assistir vários vídeos com palavras simples para ter base na língua e depois assisto filmes. Pratico no app duolingo e utilizo o Badoo para praticar com nativos”. No Badoo você seleciona o país e a língua que deseja conversar. É mais fácil se você já falar inglês, “porque todo mundo fala e fica mais fácil de se comunicar quando não entende o outro idioma”.

Scarlet comenta que “muitos querem sair com você, não querem conversar. Mas como mora em outro país o máximo que rola é uma amizade haha” Com certeza uma das dicas favoritas para Aprender Idiomas mais diferentonas!


Outra opção muito legal é fazer aulas online com PROFESSORES NATIVOS na plataforma do Italki! Os preços são acessíveis e você pode melhorar rapidinho. Faça o cadastro neste link e ganhe 10 USD de desconto na sua primeira compra!

3 – Viajar para praticar

Samara: inglês, espanhol, francês e húngaro

“Acho que o que mais conta para mim é poder viajar e praticar. Me prometi que não importava o perrengue iria me virar na língua local. Isso foi o que mais me ajudou.”

No francês ela recomenda ter um caderno com verbos e fazer as teminações, pois os tempos verbais mudam. Também escreve as palavras onde tem acentos para ajudar a memorizar o som.

4 – Escutar muito e colar post-its

Raquel (The London Ginger): inglês, italiano e francês

“Sempre procuro músicas e suas letras para entender e sempre que preciso pego o dicionário. Assisto não só filmes e séries que são naquele idioma, mas programas de tv telejornais e vídeos do Youtube e Instagram. Sinto que assim eu realmente começo a a fazer o ouvido a funcionar”

Raquel também gosta de ler em voz alta e cantar para treinar, além de ler o mesmo texto em duas línguas para aprender.

“Uso post its pela casa inteira com as palavras e expressões referentes ao que estou aprendendo. Eu tento colocar palavras relacionadas a comida na cozinha por exemplo. Coloco perto de maçanetas, interruptores e espelhos para forçar o olho a ver essas palavras”

Essa dicas do post its já tinha falado no vídeo abaixo e é uma das dicas favoritas para Aprender Idiomas!

5 – Ter um objetivo para aplicar a língua

Yann: italiano, inglês, espanhol

Yann começou estudando italiano por acaso quando começou a namorar uma italiana da Sicília e foi estudando por aplicativos grátis até decidir que queria morar e trabalhar na Itália.

“Comprei livros em romance em italiano e cada palavra que não entendia, colocava no tradutor. Assistia filmes, ouvia música. Fiz aulas particulares e de me dediquei muito em 3 meses durante 6 horas por dia e fui do nível B1 para C1”. Ele fez amizade com os amigos da namorada para se comunicar com eles e aprender mais “Não rola aprender só o cotidiano, tem que estudar a gramática porque eles não toleram muitos erros”.

Eu aprendi alemão porque gostava muito dessa “coisa diferentona” e fiz o curso para poder viajar para a Alemanha e fazer um curso lá. Queria fazer mestrado. Minha primeira viagem ao exterior foi para a Alemanha para fazer um curso de alemão e estágio em design pelo Goethe Institut em Schwäbisch Hall.



6 – Imersão total

Gisele (Viajei Bonito): inglês, espanhol, italiano e francês

“Para mim, a melhor forma de aprender foi com imersão, mas sei que nem todo mundo dispõe de recursos financeiros para passar um tempo estudando em um país onde a língua é falada. Estudar com professores nativos aumentou a minha autoconfiança na conversação. Aprendi italiano na Itália, espanhol com uma professora nascida e criada na Costa Rica e francês com uma professora da França”.

Isso funcionou muito para mim quando fui trabalhar em uma fazenda de Alpacas e Lhamas na Itália. Eu não sabia muito italiano, apenas o básico, e precisava me comunicar com frases simples como “já dei comida para as galinhas” hahah Veja mais sobre Aventuras na fazenda: como aprender italiano sozinha

Gisele recomenda baixar livros e áudios para fazer as tarefas, muita coisa é disponibilizada grátis na internet. Além disso, recomenda assistir desenhos e programas voltados para crianças porque as palabras são pronunciadas mais devagar e com clareza. Ouvir músicas e assistir filmes são boas práticas para aprender a pronúncia.

7 – Não estudar várias línguas ao mesmo tempo

Daniela (Ultrapassando Fronteiras): inglês, italiano, francês, espanhol

Daniela recomenda estudar línguas em períodos diferentes porque várias delas tem a mesma origem, como o francês, italiano e espanhol. Assim não causa tanta confusão.

“O cérebro aprende uma nova língua utilizando o conhecimento da primeira língua estrangeira que você aprendeu. Ou seja, você não vai usar o português e sim o inglês como base para aprender a língua seguinte”. Isso evita com que haja confusão e mistura ao tentar falar espanhol ou italiano por exemplo.

Eu senti isso quando fui aprender o alemão, mesmo tendo estudado espanhol antes. O meu cérebro continuava usando o inglês como base e eu trocava muitas palavras no início.

Ela também recomenda a pegar um livro que tenha uma versão falada, pois aí você pode ouvir e repetir com o sotaque. “Trabalha o ouvido, a fala, o vocabulário. É muito bom, me ajudou a trabalhar o sotaque”.

“Eu defendo muito o intercâmbio, pois você sente a língua no contexto da cultura. Ela passa a ter uma significação diferente e a gente aprende mais. Pra mim foi um avanço surreal morar em cada país”

20 países para viajar sozinha
Milford Sound na Nova Zelândia

Eu senti muita diferença no inglês quando fui para a Nova Zelândia: é totalmente diferente do sotaque americano, falam para dentro e algumas palavras tem outro significado. Muita gente acha que “Tomato sauce” é molho de tomate para macarrão, mas na verdade é ketchup hahaha. Veja alguns choques culturais e curiosidades da Nova Zelândia.

Muitos brasileiros também sentem isso quando mudam para a Irlanda para morar e trabalhar. O país é reconhecido pela facilidade do intercâmbio e um dos países que permitem que brasileiros trabalhem. Veja Como é morar na Irlanda

8 – Amizades durante a viagem

Karol fala inglês, espanhol e sueco

A Karol adora aprender com canais do Youtube e podcasts, principalmente o sueco que é mais difícil, e utiliza o site oficial StudySwedish. “É ótimo para acostumar com o sotaque e sons que não temos em português.

A Karol conheceu mais de 200 gringas quando fez uma missão da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em tempo integral em Salt Lake City em 2012-2013. Ela mantém contato com elas há anos e isso faz com que ela pratique o idioma, pois escreve muito.

9 – Aprender o idioma como um hobby

Halina: inglês, espanhol, alemão e francês

Halina comenta que aprendeu cada língua para uma finalidade, seja estudos da faculdade ou hobby. Isso estimula a aprender.

“Espanhol eu aprendi porque dançava flamenco. Inglês para usar no mestrado e francês foi um presente da minha mãe (sem falar que foi a minha primeira viagem sozinha. Alemão porque eu moro na Alemanha”

Confesso que isso funciona para mim também, pois comecei a aprender o japonês por causa do Aikido e dos animes. Até na Nova Zelândia fazia aula com um professor alemão. Pode também aprender com brincadeiras, mesmo que sejam difíceis como estes travalínguas em alemão.

Aikido na Nova Zelândia
Aikido na Nova Zelândia com professor alemão

10 – Entender a sua realidade

Jean: inglês, espanhol, italiano, francês, sueco e russo

“Não adianta a pessoa ouvir música e assistir filmes se ela não sabe qual método é melhor para ela. Ela pode aprender melhor só escrevendo e lendo por exemplo. Cada um tem uma maneira diferente para aprender e precisa descubrar qual é para se adaptar o aprendizado.”

Todo mundo tem um jeito diferente para aprender e uma das razões é o tipo de memória. Algumas pessoas só aprendem ao fazer algo, outras escutando e várias pessoas combinam todas. Fica mais fácil para você aprender uma nova língua sabendo qual é a sua:

  • Memória fotográfica: mais facilidade para aprender com cores, diagramas, ilustrações
  • Memória auditiva: precisa estar em silêncio e ouvir a voz do professor e repetir em voz alta, sem necessidade de ver
  • Memória cinestésica: precisa por a mão na massa, precisa viver algo, experiências em laboratório por exemplo

Gabi e Fábia (Estrangeira): inglês, espanhol, catalão, italiano e francês

A Gabi e Fábia também concordam com esse método. Elas possuem memória auditiva e escutam a mesma música sem parar acompanhando a letra. Também assistem filmes com a legenda no próprio idioma para treinar. “Dessa forma o nível aumenta muito rápido, fizemos isso com o catalão pois moramos em Barcelona”.

Outra coisa legal é praticar com trava línguas! Eu já fiz um artigo sobre trava línguas em alemão, veja alguns tongue twisters em inglês:

  1. Susie works in a shoeshine shop. Where she shines she sits, and where she sits she shines
  2. She sells seashells by the seashore
  3. If a dog chews shoes, whose shoes does he choose?
  4. threw three free throws
  5. Fred fed Ted bread, and Ted fed Fred bread
  6. Which wristwatches are Swiss wristwatches?

Espero que com desta lista de Poliglotas e suas dicas favoritas para Aprender Idiomas. Se você tem alguma dica que não foi listada aqui, por favor comente!

Assista este vídeo em que falo várias línguas diferentes:

 

Salve no seu pinterest:

Poliglotas dicas favoritas para aprender idiomas
Poliglotas dão dicas favoritas para aprender idiomas

Leia mais sobre aprender línguas:

9 motivos para NUNCA fazer intercâmbio

Como é estudar alemão na Alemanha

Viaje com a Angie Faça sua reserva através dos parceiros do blog! VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO, nos ajuda a criar conteúdo cada vez melhor pois ganhamos uma pequena comissão. Obrigada!
AULA DE IDIOMA COM PROFESSOR NATIVO
Aprenda qualquer idioma em casa com aulas virtuais e preços acessíveis. Ganhe 10 USD de desconto na sua primeira compra na plataforma do Italki!

PRESETS APURE GURIA
Conheça minha coleção especial de filtros para celular e deixe suas fotos mais vibrantes com apenas um clique!

DINHEIRO NO EXTERIOR
Com Transferwise você economiza dinheiro durante o intercâmbio ou morando em outro país. Veja como transferir dinheiro para o exterior.

SEGURO VIAGEM
O Seguro Viagem é obrigatório em muitos países, faça a cotação com a Real Seguros e garanta melhor custo benefício. Desconto de 10% exclusivo para leitores! Veja por que viajar com Seguro Viagem.

HOSPEDAGEM
Os melhores hotéis e hostels em um só lugar com cancelamento gratuito. Conheça o Booking.com!

AIRBNB
Alugue apartamentos ou quartos com preços especiais, ótimos para quem viaja em grupo! Reserve no Airbnb e ganhe R$180 de desconto na sua primeira hospedagem.

INGRESSOS
Fuja das filas nas maiores atrações no mundo adquirindo com antecedência e pagando com cartão de crédito ou Paypal no Get Your Guide.

VOLUNTARIADO NA VIAGEM
Torne-se voluntário por alguns dias na sua próxima viagem, troque experiências, conheça pessoas novas e economize dinheiro! Conheça o Worldpackers! Leitores do Apure Guria ganham 10 USD de desconto!

CONHEÇA TODOS OS SERVIÇOS DO BLOG!

1 COMENTÁRIO

  1. Olá, adorei as dicas para aprender idiomas. Estou estudando inglês no momento e espero muito ficar fluente em alguns anos. Obrigado pelas dicas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here