Nova Zelândia

Mission Bay em Auckland

posted by Angie Setembro 12, 2013 0 comments

O dia estava lindo, minha roupa secando no varal..larguei tudo e fomos para Mission Bay, um bairro de Auckland. Eita lugar bonito.mission bay
Lugar pra estacionar só lááááááá no fim. O fervo fica mais pra frente…Tem redes para vôlei, banquinhos e churrasqueira no parque. Ah se vendessem xixo por aqui! Dá pra andar de roller, skate, criquet (um bets meio inútil), fazer um piquenique, passear com os cachorros… Acho muito engraçado, pois os donos soltam os cachorros gigantescos, que metem o nariz na bunda dos outros e saem correndo pra água! Muito felizes, transbordando alegria no coração. Fico imaginando se não ficam com dor de ouvido depois ç.ç e se os donos lavam eles direito.  Ah, pra ter cão nas terras kiwis é necessário pagar uma taxa anual de 150 dólares em média. Cães perigosos e trues pagam 220, porque né, eles são muito mais lindos e legais do que esses peludinhos de por na bolsa. Aí seu bichinho fica identificado e você não o abandona pois se não paga multa. E ele não sai matando por aí.  Gatos não tem taxas, mas você não pode ter mais que cinco na casa, se não dá treta (como já é previsto) Enfim, divaguei bonito aqui. Ao contrário de Takapuna u.u, o comércio em Mission Bay fica próximo à praia, não precisa andar muito para comprar um sorvete ou comer algo em algum restaurante.
gaivotas mission bay auckland
Muitas gaivotas pentelhas de olho no seu lanche. Conchas por tudo!
cargueiro mission bay auckland
Dafuq!! Um cargueiro super perto da praia indo em direção ao porto. Não importa quantas vezes eu veja, ainda acho bizarro.
cavalo babao mission bay
Saudades do cavalo babão de Curitiba.

Ensinei algumas técnicas de Aikido pra galera, rolei na grama e derrubei também. Aí instalamos o Slack line (sléque laine). Dona Wikipedia esclarece:
Slackline é uma fita elástica esticada entre dois pontos fixos, o que permite ao praticante andar e fazer manobras por cima. No nosso caso, as manobras são para baixo!! Cai umas três vezes no chão porque fiz correndo pra chegar do outro lado sem técnica alguma. Na teoria, tem que manter o pé viradinho pra frente, paralelo à fita. Nhé não deu muito certo, mas valeu a pena. Pelo menos cheguei do outro lado da fita. slack line
Na direita, slack line para os noobs.

A primeira vez que subi na fita estava chovendo, ventando e muito frio. Esse dia mereceu um carimbo na carteira da FUNAI. Mas pelo menos tínhamos um “estabilizador de equilíbrio”.DSC05807

Você também pode gostar de:

Curtiu? Comentaí!

%d blogueiros gostam disto: