Porque fui embora da Alemanha

1
187

Fala galera! Vou relatar a minha experiência sobre morar na Alemanha e trabalhar, as dificuldades que passei e todos os problemas que apareceram pela frente. Assista o vídeo porque fui embora da Alemanha.

Porque fui embora da Alemanha

Eu explico tudo certinho no vídeo, mas vou escrever alguns pontos aqui que valem pra todo mundo. Lembrando que cada um tem experiências diferentes e realidades diferentes. A minha não foi boa, pode ser que a de outras pessoas seja mil maravilhas. Tudo depende de quem encontra pelo caminho e da própria sorte.

Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

A pior parte foi o meu trabalho

No vídeo falo a minha epopéia até achar um apartamento para alugar e problemas que eu tive ao trabalhar na Alemanha. Era um trabalho simples, trabalhei fazendo café, fazendo sanduíche num lugar que havia recém aberto e durante o inverno. Não deveria ter dor de cabeça né….mas nem tudo pe como a gente imagina. Muito do que aconteceu me fez desacreditar no país e nas pessoas, o que me levou a ir embora da Alemanha.

Burocracia na Alemanha

Claro que isso existem em todo lugar sem exceção, mas parece que dificultam demais a vida e que precisa de muitos papeis pra pouca coisa. Senti que muitos funcionários de departamentos públicos não estavam dispostos a ajudar e nem eram preparados a lidar com estrangeiros (trabalhavam no DEPARTAMENTO DE IMIGRAÇÃO), falavam um pouco de inglês ou se recusavam (alguns respondiam em alemão quando fazia a pergunta em inglês). Destas vezes apenas 4 fomos bem atendidos e uma vez tive que chorar para conseguir um documento importante para o novo emprego do Jean.

Como eu estudei alemão até o nível C2 conseguia me virar muito bem na comunicação, mas claro que algumas coisas ficava na dúvida pois eram palavras bem específicas.

Esse é o relato de como consegui o meu visto de residência por motivos familiares. Primeira vez fui bem mal atendida, a segunda foi muito diferente, o cara foi paciente, falava inglês e esperou uns documentos que tinha levado errado.

Algumas coisas são bem difíceis de conseguir como abrir conta num banco sem que te avaliem completamente (mais fácil abrir conta online) e alugar casa.


Alugar um apartamento em Berlim é coisa de outro mundo, extremamente concorrido e que pode levar muitos meses até achar algo bom e com preço justo. Claro que é possível achar apartamento rápido, mas é só pagando caro. Apartamentos caros tem bastante, pois os alemães não pagam o valor, somente estrangeiros que não estão dispostos a passar pelas inúmeras etapas de alugar (concorrência, agradar o proprietário – ele ir com a tua cara, falar bem alemão, pagar 3 depósitos adiantados mais o aluguel e contratos de no mínimo um ano).

Outro documento que você não pode ficar sem é o registro na cidade chamado de Anmeldung, sem isso você não faz nada na Alemanha. Todos os outros documentos que você irá emitir será necessário este primeiro. Alguns lugares não permitem o registro, se informe muito bem antes de fechar negócio em qualquer aluguel.

Comida na Alemanha

Se for comparar com o Brasil ou Itália, dá pra sentir uma queda na qualidade dos produtos vendidos nos mercados. Como as principais redes como Lidl, Rewe estão presentes em diversos países, os produtos são locais mas com as marcas do mercado. Claro que várias coisas são importadas, mas nem todas são boas e gostosas.

Os preços são acessíveis, porém se converter euro para o real saía quase o mesmo valor do que comprando no mercado no Brasil. No entanto cerveja, leite, linguicinha, vinhos eram baratos e muito bons! As saladas e verduras eram boas também na medida do possível.

A comida foi um dos fatores que mais me fizeram a ir embora da Alemanha.

Clima na Alemanha

O inverno e o frio não foram tão  pesados na Alemanha, o que mais me incomodava era escurecer as 15 30 e sempre estar nublado. Passei três meses sem ver o sol na cidade! Claro que teve uma semaninha que fez -15º e até congelou os lagos, esse dia foi muito legal, assim como o único dia que nevou.

Já na primavera fez alguns dias malucos com chuneves (aquela chuvinha meio neve) e alguns dias bem quentes. A cidade fica muito bonita durante essa época.

Saúde na Alemanha

Todo mundo é obrigado a ter um seguro saúde na Alemanha, não existe saúde pública gratuita.

Ao contrário daqui, é muito mais fácil ser atendido em consultórios em menos tempo do que aqui. Você é bem atendido pelo médico no consultório, tem horários pro mesmo dia e te encaixam facilmente sem te deixar esperando tanto tempo. Porém vários médicos são alternativos, não preescrevem remédios até que você esteja quase morrendo. O normal é mandar pra casa para descansar e tomar muita água e com um atestado de 5 dias no mínimo (você pode até precisar de menos e querer trabalhar, porém tem que ligar pro seguro saúde, depois pro trabalho etc uma burocracia que nem vale a pena).

Se você passar mal no fim de semana e precisar de ajuda no hospital, pode nem ser atendido mesmo depois de 6 horas. Eles só atendem casos críticos como atropelamentos, acidentes graves. Se tiver uma diarréia ardida é mais fácil ficar em casa até segunda feira pois não vão te dar soro. O Jean precisou 3 x do hospital e só foi atendido uma vez por um estudante que mandou ele pra casa pois teria que esperar mais 4 horas pra ver um médico de verdade.

Segurança na Alemanha

Se for comparar o nível de violência, com certeza na Alemanha é muito tranquilo. Pode andar com celular na mão sem problema, voltar a noite sem ter medo…mas sempre vai ter maluco em todo lugar. Já passei casos um pouco assustadores no metrô com gente bêbada e drogada. Também roubam muitas casas em alguns bairros, pegam celulares dos bolsos nas regiões mais turistadas, mas não vi casos de morte e assaltos com mão armada.

Quando estávamos voltando para o Brasil, uma mulher teve a bolsa roubada no aeroporto. A polícia do aeroporto não podia fazer nada pois o cara saiu correndo do lugar. Ela e o filho seguiram o celular até o centro da cidade e com ajuda de mais dois políciais foram ao encontro do cara, porém quem abordou foi a mulher que fingiu que tinha uma arma e pediu para se ajoelhar e entregar os pertences. Nisso, ela recupera uma parte, porém o cara sai correndo e somente aí a polícia age. Ela não conseguiu emitir um B.O pois não encontrou mais os policiais e nem no aeroporto pois eles não estavam “aptos” e ainda encaravam ela com cara de desdém.



É isso aí galera, espero que entendam esses motivos que me fizeram a ir embora da Alemanha e que ajude vocês! Pesquisem bem sobre o lugar que querem morar, falem com pessoas e pegue comentários bons e ruins, não acredite que tudo será bom e não desistam, precisa tentar pra ver se dá certo! Não dá pra ir embora da Alemanha sem tentar né ahuaheu

salve no pinterest

Porque fui embora da Alemanha, dicas morar em Berlim, vida na Alemanha

leia também

CURIOSIDADES SOBRE MORAR NA ALEMANHA
VISTO DE RESIDÊNCIA NA ALEMANHA E ITÁLIA: PASSO A PASSO
CASA NA ALEMANHA: O QUE TEM DE DIFERENTE?


Viaje com a Angie

Faça sua reserva através dos serviços parceiros do blog!Assim você nos ajuda a criar conteúdo cada vez melhor pois ganhamos uma pequena comissão, VOCÊ NÃO PAGA MAIS POR ISSO e continua acessando o blog grátis! Obrigada!

Receba dicas exclusivas no seu email!Receba dicas exclusivas no seu email
Assine nossa newsletter e fique por dentro das nossas viagens, descontos incríveis e os melhores lugares para visitar e curtir a vida!

Travel blogger e designer aspirante à muitas coisas e com PhD em zuera, não dispensa uma aventura cheia de desafios e tragédias. Nas horas vagas joga games, canta e planeja as próximas viagens.

1 COMENTÁRIO

  1. É foda guria, sei muito bem como é toda a burocracia e ser tratado pela imigração e serviços de estrangeiros como se vc fosse lixo… o importante é seguir seu coração, espero que vc seja mto feliz de volta ao brasil!

Curtiu? Comentaí!