Planejando a sua viagemViajar Barato

Viajar barato: 10 sites de hospedagem alternativa

posted by Angie Abril 9, 2015 5 Comments

Com esse dólar alto, fica complicado viajar quando o seu bolso não é gordo e nem sinônimo de ryqueza. Neste caso, seja criativo e explore o mundo de graça ou gastando muito pouco! Este é o início da série Viajar Barato! Aqui não há sites de busca de hostel. Listei alguns sites que oferecem hospedagem/serviços e alguns cobram uma anuidade, a qual não é exorbitante se você for utilizar mais de uma vez.

Hospedagem gastando nada

1. Couchsurfing

Essa é a dica de ouro do viajar barato e a mais conhecida. Couchsurfing ao pé da letra significa “surfar de sofá em sofá”.

O princípio é básico: você escolhe um lugar e um host. Pergunta se pode se hospedar na casa dele na data tal e aguarda a resposta.
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa couchsurfing

O design é bem intuitivo, só buscar a cidade e se quiser pode escolher opções no filtro ao lado.
Esse retângulo em verde escrito “Get Verified” é um serviço do Couchsurfing, pagando a anuidade você teria aluns benefícios, tipo resposta mais rápida.

Normalmente os hosts são pessoas normais, maaaas sempre é bom ficar alerta, pois já levei cantada, cheguei em casa que não tinha lugar pra dormir de tanta gente (e olha que o sofá era grande). Um amigo meu ficou na casa de um hippie que tomava banho no lago. Detalhe: era inverno!! Maas se você não precisa de tanto conforto, fica susse!!

Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa couchsurfing mensagem

Olha o naipe do cara ahueahueahueahe

Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa (1)
Só isso que tenho a dizer. Veja mais dicas de segurança no Couchsurfing!

2. Warm Showers

Vai de bicicleta? O Warm Showers foi feito para você! Uma comunidade de ciclistas que desejam hospedar outros na sua casa. Basta ver o mapa interativo e verificar se na sua rota existem anfitriões. Aí é só mandar uma mensagem e torcer para que respondam com um sim!
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa (house shower

 

Hospedagem em troca de trabalho

As opções a seguir envolvem sites que listam anfitriões, os quais fornecem uma cama e refeição em troca de uma ajudinha em casa ou no hostel.
Fique atento/a para as informações:
Horas de trabalho diárias,
Período mínimo de estadia,
Quais atividades/funções você terá que fazer,
O que o anfitrião fornece (café da manhã, wifi..)

3. Work Away

No Work Away há uma variedade de trabalhos e países e os anfitriões são geralmente famílias que moram em fazendas e que precisam de uma mão para cuidar das vaquinhas, dos filhos, construir alguma coisa, cozinhar…

Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa workaway
Também há vários hostels que precisam de staff. Geralmente você trabalha de 4-6 horas por dia.
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa workaway exemplo
Esta é uma página de um anúncio de um anfitrião do Work away. Aqui há informações se você recebe uma refeição, se seu quarto será dividido com outros, se há internet…

Para entrar em contato com o host é necessário que você faça o cadastro e o pagamento. Você assina por dois anos pagando 29 dólares para uma pessoa ou 38 dólares para casal/amigos. É interessante que alguns anúncios pedem um casal e descrevem exatamente o serviço de cada um: a guria cuida das crianças e cozinha enquanto o piá vai lá fora carpir, construir, pintar a casa…

Quem manja muito de Workaway é a Camila do Melhor Mês do Ano!

 4. Help X

O Help X também oferece hospedagem em troca de pequenos trabalhos ao redor do mundo. Funciona no mesmo esquema do WorkAway.
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa help x

Não curti muito pelo design e achei bagunçado, mas vale a pena dar uma olhada pois pode oferecer outras oportunidades. A inscrição custa 20 dólares para dois anos.
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa help x exemplo
Parece nos tempos primitivos da Internet.

5. Worldpackers

Aparentemente o Worldpackers foi criado por brasileiros e, consequentemente, tem muitas opções no Brasil \o/
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa worldpackers
Funciona no seguinte esquema: você preenche seu perfil com suas habilidades (música, jardinagem, artes, desenvolvedor web…) e troca isso por hospedagem!

6. Trusted House Sitters

Um jeito de viajar de graça e ficar mais tempo em um lugar é house sitting, cuidar da casa de alguém e de seus pets! Nem sempre podemos levar os animais de estimação com a gente e sempre fica uma pulga atrás da orelha quando deixamos a casa.
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa trusted house sitters

Não há dinheiro envolvido,  você se inscreve para cuidar da casa e do animal de alguém. Esse alguém vai conversar com você, ver seu perfil, reviews e histórico da polícia (sim!). Se decidir, você pode ficar na casa de buenas!
O Trusted House Sitters não é gratuito e há duas formas de contrato: mensal e anual.

7. Luxury House Sitting

O pessoal sai de casa e deixa só as plantas para cuidar. O Luxury House Sitting é perfeito pra quem não quer cuidar dos bichinhos. A maior disponibilidade de casas é nos Estados Unidos e com certeza vai ter um deep check no seu perfil.
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa luxury house sitting

A concorrência é grande, pois para cada casa aparecem quantos interessados desejam se hospedar ali for free.

viajar-barato-desconto

Hospedagem gastando pouco

8. AirBnb

Utilizei o AirBnb bem no início e era algo totalmente inovador e desconhecido pra galera. Optei por este serviço porque estava curiosa e também porque tinha visto recomendações ruins de hostels (a velha história da higiene francesa). Aí vi que era o mesmo valor e decidi ficar na casa da Mirile, uma francesa que não falava quase nada de inglês.
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa airbnb perfil

Casa super estilosa!
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa airbnb mensagem
Mensagens trocadas…olha a preocupação dela 🙂
E o melhor: eu e minha amiga chegamos na estação de metro próxima da casa dela em Paris à uma hora da manhã e não achamos a rua da casa…ai ela disse q o namorado dela ia nos encontrar. Tudo bem, sentamos na rua e muito tempo depois aparece um carro rebaixado, um cara bem “rapper” no volante ouvindo um rap em francês bem alto. Estacionou o carro na nossa frente e falou “Angela?”.
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa (2)
E olha…ele também não falava inglês, a minha amiga japonesa abaixou a cabeça e ficou mais quieta que bode embarcado…aí quebrei o climão e me virei no francês/português mesmo.

Hospedagem gastando mais

9. TripAdvisor Aluguel de Temporada

Para a minha surpresa, o TripAdvisor oferece um serviço de aluguel de casas/apartamentos e você paga pelo site e em reais. Basta selecionar a cidade que você quer visitar, a data e cruzar os dedos para aparecer um resultado bom!!
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa TRIP ADvisor aluguel temporada
Aí entra e contato, paga e boa viagem!

 

10. Home Exchange

Essa dica apareceu até no filme O Amor não tira férias. A Cameron Diaz e a Kate Winslet trocam de casa por alguns dias, tiram férias na casa da outra e acabam conhecendo uns boys e se apaixonando. O Home Exchange funciona assim: você escolhe o lugar, contata a família e faz a troca da casa se tudo der certo. É possível selecionar as suas preferências de viagem (destino e data).
Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa home exchange
A anuidade sai 400 reais e se você não utilizar no ano, ganha o próximo de graça.

 

 

Bônus RYQUEZA

Hospedagem gastando HORRORES

Aqui é phynesse! Hospedagem de lu$ho total, alugue uma ilha no Welcome Beyond (o AirBnb também tem algumas opções assim, mas acho que este site é mais “seleto”).

Viajar barato 10 sites de hospedagem alternativa welcome beyond

Curtiu Viajar barato: 10 sites de hospedagem alternativa? Já usou alguma? Contaí!

 

Veja outros posts sobre VIAJAR BARATO

Você também pode gostar de:

5 Comments

Isabel Borgert Novembro 9, 2015 at 10:27 am

olá
Creio que todas as experiências são válidas, também já passei perrengue em Hostel. foi chato demais,principalmente no que se refere a educação, enfim tudo é aprendizado.e economizar vale a pena.
Muito completas suas informações e aprendi muito com elas.
bjs excelente semana.
isabel

Reply
angie Novembro 9, 2015 at 3:06 pm

Não é viagem se a gente não passa por perrengue né Isabel!! Obrigada pelo seu comentário!!! Para você também, beijooo!

Reply
ric Fevereiro 7, 2016 at 8:25 pm

Não viajo há anos, não vou a lugar nenhum, mas gostei das dicas!!! Quem sabe na outra vida eu as use. Parabéns, vc vai longe”

Reply
Éder Adriano Maio 30, 2016 at 1:35 am

Já recebi pelo Couchsurfing e foi uma experiência muito positiva, além da troca cultural, me incentivou redescobrir minha cidade, ao mostrar a cidade aos visitantes. Tive cia, me animava mais a conversar e aprender sobre outro idioma e costumes, e o melhor, fiz amigos que hoje estão de braços abertos a me receberem em seus países! E pelo Airbnb foi o jeito mais prático encontrar hospedagem em minha trip à Europa, através do App, recomendo muito. Para a próxima já estou pensando em utilizar o Workaway ou Worldpackers ou Helpx, e se tudo der certo e conseguir fazer minha trip de bike, o Warmshowers. Ótimo post, uniu todas as alternativas que já havia pesquisado e algumas mais!

Reply
Angie Maio 30, 2016 at 2:53 pm

que bom que gostou das dicas Éder! Eu amo couchsurfing por essa troca de experiências e mesmo durante o mochilão, você faz amigos que te convidam para ir à casa deles! Tenho “casa” em vários países da Europa aheuaheua volte sempre!!!

Reply

Curtiu? Comentaí!

%d blogueiros gostam disto: